Esta pode ser a solução para a criação de materiais resistentes a fraturas

Por trás da beleza das pérolas pode estar a solução para a criação de materiais resistentes a fraturas. De acordo com um estudo agora publicado por um grupo de pesquisadores da Faculdade de Odontologia Estética da Universidade de Nova Iorque, as pérolas conseguem ser 1000 vezes mais resistentes do que o carbonato de cálcio puro, o que faz destas o material mais robusto e leve encontrado num organismo vivo.

Composição

As pérolas são compostas por 95% de carbonato de cálcio e 5% de matriz orgânica e, de acordo com os cientistas, entender o papel das proteínas responsáveis pela sua modulação pode ajudar a desenvolver materiais resistentes a fraturas, especialmente para a odontologia, ajudando a melhorar os materiais de implantes dentários.

Resistência a fraturas

Gaurav Jain, pesquisador responsável pelo estudo, afirma que “o nosso laboratório está interessado em entender a resistência a fraturas e as propriedades de endurecimento da camada de madrepérola das pérolas de ostra. Com este objetivo, temos trabalhado com proteínas específicas de madrepérola que organizam a deposição dos minerais dos cristais dentro da madrepérola. Estas proteínas são incorporadas dentro dos cristais e criam nano-porosidades, o que faz do cristal resultante mais leve e resistente a fraturas.”

Deixe uma resposta