importância

Cuidar da saúde bucal pode ajudar na recuperação de um ataque cardíaco

Cuidar da saúde bucal, e das gengivas em particular, pode ajudar o sistema cardiovascular a se recuperar de um ataque cardíaco, revela um estudo recentemente publicado. De acordo com essa pesquisa, as bactérias que causam doenças gengivais podem prejudicar a recuperação dos vasos após um ataque cardíaco.

Esta não é a primeira vez que um trabalho demonstra a existência de uma correlação entre as doenças bucais e as doenças cardiovasculares. Já o ano passado um estudo havia revelado que a mortalidade da população em geral e das mulheres de mais idade pode diminuir graças a melhorias na saúde periodontal.

Reparação das artérias

O estudo agora publicado mostra que as bactérias responsáveis pelas doenças gengivais podem prejudicar a reparação das artérias depois de um ataque cardíaco e isso em razão de uma enzima produzida por essas bactérias que pode impedir que as células do sistema imunológico atuem na reparação das artérias cardíacas.

Saúde bucal – saúde cardiovascular terapêutica e preventiva

A pesquisa mostra ainda que manter a mucosa oral saudável pode ajudar os pacientes que já sofreram de ataques cardíacos a prevenirem novas complicações cardiovasculares no futuro. Nigel Carter, CEO da Oral Health Foundation, ressalta que “esta pesquisa pode oferecer esperança a milhões de pessoas afetadas por doenças cardiovasculares. Existem evidências já há algum tempo de que as doenças da gengiva aumentam o risco de um paciente sofrer de doenças cardiovasculares mas agora sabemos que a prevenção das doenças gengivais podem igualmente prevenir mais problemas para as vítimas de ataque cardíaco”.

Sempre é bom lembrar que as doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte em todo o mundo.

Dentalis Software – colabora com o seu sorriso e de seus pacientes

Posted by Victor in Estudos, 0 comments

Cirurgia de implantes guiada: importante ferramenta de trabalho, mas com algumas ressalvas

implantes em cirurgia guiadaDaniel Wismeijer, Professor de Implantologia na Holanda, defendeu recentemente que os dentistas “não devem confiar cegamente em abordagens guiadas por computador”.
 
A cirurgia guiada e sua importância
 
De acordo com o especialista, “a cirurgia guiada ajuda os dentistas a serem mais precisos no seu trabalho. As tecnologias digitais estão se comprovando eficazes e na prática melhorando nos últimos tempos. Se um dentista puder planejar com antecedência onde quer introduzir o implante e que tipo de estrutura deseja utilizar, também pode introduzir o implante na posição exata e implementar a estrutura que cabe no local de forma precisa. 
Isso mostrará que já chegamos muito longe. Contudo, ainda não chegamos totalmente lá. 
Ainda existem certos problemas com os quais temos de lidar. Problemas a nível de precisão, problemas na combinação de determinadas ferramentas necessárias para implantologia guiada e as limitações dessas mesmas ferramentas”.
 
“Os dentistas têm que saber que não devem confiar cegamente em abordagens guiadas por computador”, comenta, acrescentando que “além disso, têm de aceitar que existe uma curva de aprendizagem e que a cirurgia guiada por computador não atingirá os 100% na primeira vez que for aplicada”.
Posted by Victor in Estudos, 0 comments
Uso do fio dental continua importantíssimo para higiene bucal

Uso do fio dental continua importantíssimo para higiene bucal

fio dental em usofioA discussão ‘veio à baila’ nas últimas semanas depois de ter sido publicada uma pesquisa da Associated Press que indicava que a recomendação de utilização de fio dental deixou de fazer parte das regras emitidas e reavaliadas a cada cinco anos pelos Serviços de Agricultura e Saúde e Serviços Humanos dos EUA.

De acordo com a imprensa internacional, a notícia caiu como uma ‘bomba’ na indústria produtos para higiene dental, já que um possível abandono da recomendação de utilização do fio dental na higiene bucal poderia significar a perda de milhões a cada ano.

A pesquisa conduzida pela Associated Press salienta que os estudos até agora realizados para analisar os benefícios desta prática de higiene bucal possuem conclusões “fracas, pouco sólidas” e de “baixa qualidade”.

Wayne Aldredge, Presidente da Academia Americana de Periodontologia, afirmou que “existem evidências científicas fracas” em muitos dos estudos realizados sobre o assunto, contudo, refere que é importante que os pacientes continuem utilizando o fio dental para evitar doenças periodontais. “É como construir uma casa e não pintar dois dos seus lados. Em última análise esses dois lados irão apodrecer mais rapidamente”, defende.

A Associação Dental Americana também já emitiu um comunicado sobre o tema e defende que “a falta de evidências fortes não equivale a falta de eficácia”, reforçando que “uma limpeza profissional, a escovação dos dentes e a limpeza entre os dentes (com a utilização de fio dental e outras ferramentas como as escovas interdentais) já demonstraram ter a capacidade de remover a placa bacteriana”.

Limpeza dos espaços interdentais

A Associação Dental Alemã assegura que a utilização de fio dental “continua a ser uma forma importante de limpar os espaços interdentais, especialmente nos espaços mais estreitos dos dentes anteriores”.

Como bem sabemos, para manter uma boa higiene bucal, é fundamental escovar os dentes com dentífrico fluoretado durante cerca de dois minutos após as refeições e consultar um dentista regularmente, duas vezes por ano. É ainda importante, para cuidar adequadamente dos dentes e das gengivas, a higienização dos espaços interdentários com fio ou fita dental, e fazer uso da escova interdental

A higienização diária dos espaços interdentários onde a escova não chega é fundamental para a remoção dos resíduos dentários que, por ação das bactérias patogênicas, podem facilitar o aparecimento de cárie dental e doença gengival.

Posted by Victor in Dicas, Estudos, 0 comments