Dentalis Software para Odontologia versões on-line e também desktop

Tel (11) 3168-9274 / 3641-8389

Não encontrou o que procurava?
Então envie a sua pergunta para o professor Victor Hugo.

Campos com * preenchimento obrigatório

*Nome:

*CRO:

*Email:

*Telefone:

*Deixe sua Pergunta:

Apoio

APCD

Dúvidas

  • 23/02/2014 Pergunta:
    Nome: Catia
    Bom dia Dr Vitor Hugo, eu gostaria desaber se uma pessoa alérgica a aas, dipirona e aines pode fazer uso de qualquer anestesia antes de retirada da exodontia do dente, ou tem uma específica.

    23/02/2014 Resposta:
    Prezada Catia,   Uma pessoa que apresenta quadro de hipersensibilidade aos analgésicos e anti-inflamatórios como o AAS, Dipirona e todos aqueles que fazem parte do grupo dos Aines, é sem dúvida motivo de preocupação diante da necessidade de uso de qualquer outro fármaco. Em um caso como esse o melhor de todos os remédios é sem dúvida uma generosa dose de prudência e zelo e para tanto eu lhe aconselho recomendar a seu paciente uma visita a um especialista (alergista).  Esse profissional está habilitado a realizar todos os testes de hipersensibilidade que se fazem necessários a uma investigação dessa natureza. Posteriormente, e com base num laudo médico expedido pelo especialista, você então poderá vir a realizar o procedimento de exodontia com o anestésico mais adequado ao caso e com toda a segurança que situações como essa requerem.   Obrigado pela sua consulta ao suporte técnico Dentalis.   Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborad ... Leia mais
  • 18/01/2014 Pergunta:
    Nome: Patricia S.
    Boa noite Dr. Victor! Uma paciente me ligou com muita dor de dente, é uma paciente gestante de 6 meses, disse ao telefone que estava com muita dor,latejando o dente e que estava com o lado direito do rosto bem inchado. Pedi que ela procurasse seu médico obstetra ,para que diante de sua anamnese,informações contidas com ele,o mesmo me passaria um laudo informando qual a posologia da medicação. Correto?Eu poderia receitar algo para ela? Aprendi que anti-inflamatório em nenhuma hipótese, correto? Obrigada desde já!

    18/01/2014 Resposta:
    Prezada Patricia,   De fato não é recomendado o uso de anti-inflamatórios esteroidais e não-esteroidadis por gestantes.   O paracetamol é um analgésico que pode ser tomado durante a gravidez, mas sem exageros e pelo tempo mínimo necessário ao controle da dor.  Quando comparado com outros analgésicos, o paracetamol continua sendo o mais seguro para ser utilizado durante a período gestacional.   Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e sem fins de diagnóstico, competência esta de responsabilidade exclusiva do dentista ou médico prescritor.
  • 17/01/2014 Pergunta:
    Nome: ALEX ALBUQUERQUE
    Existe algum protocolo farmacológico para exodontia em pacientes portadores de hanseníase? Algum farmaco (antibiótico,anti inflamatório, analgésico etc) contra indicado?

    18/01/2014 Resposta:
    Prezado Alex,   Segue o link de um artigo recente - resultado de um encontro científico realizado em 2012 - que aborda o tema do atendimento odontológico focado em pacientes portadores de hanseníase:   http://www.prp.ueg.br/revista/index.php/ciegesi/article/download/1178/893   Obrigado pela sua consulta ao suporte técnico Dentalis.   Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274
  • 11/01/2014 Pergunta:
    Nome: Christiane Bonatti
    Olá, existe alguma questão ao administrar nimesulida juntamente com dexametasona?

    12/01/2014 Resposta:
    Prezada  Christiane Bonatti,   O uso simultâneo de Nimesulida e Dexametasona não é recomendado devido à exacerbação dos efeitos colaterais da Nimesulida provocados pela Dexametasona.   Obrigado pela sua consulta ao suporte técnico Dentalis.   Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e sem fins de diagnóstico, competência esta de responsabilidade exclusiva do dentista ou médico prescritor.
  • 10/01/2014 Pergunta:
    Nome: Raianne
    Olá Dr. Gostaria de esclarecer qual a melhor medicação tanto na dose de ataque quanto no pós operatório para um paciente cardíaco (valvula mitral substituida)para realização de extrações múltiplas, onde o mesmo faz uso contínuo de AAS.

    12/01/2014 Resposta:
    Prezada  Raianne,   Pacientes que fazem uso de medicamentos anticoagulantes, como o AAS citado por você, e que necessitam se submeter a tratamentos odontológicos que impliquem no risco de sangramentos como extrações múltiplas devem previamente trazer um encaminhamento médico por escrito do cardiologista ou hematologista que acompanha o caso de paciente com as recomendações mais adequadas que o caso requer.  Isto garante maior segurança na execução do procedimento por parte do dentista e proteção para o paciente. Além disso, garante segurança jurídica para o dentista em caso de eventuais intercorrências que vierem a ocorrer.   Obrigado pela sua consulta ao suporte técnico Dentalis.   Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do espe ... Leia mais
  • 25/11/2013 Pergunta:
    Nome: Ana Carolina
    Bom dia, Dr... Gostaria de saber qual antiinflamatório uma pessoa alérgica ao AAS pode tomar. Obrigada

    25/11/2013 Resposta:
     Cara Dra Ana Carolina,   Anti-inflamatórios ditos não-esteoidais (AINEs) tendem a apresentar reação cruzada de hipersensibilidade com o AAS. O mais recomendável a meu ver em casos assim é que o paciente seja encaminhado para um alergista que poderá estudar o caso, realizar testes, e assim indicar quais fármacos com perfil anti-inflamatório o paciente poderá vir a fazer uso com segurança. Acredito que seguir à risca as orientações do especialista seja a melhor forma de se lidar com esta situação, evitando assim riscos para a saúde do paciente e respaldo para o dentista diante de eventuais imprevistos e reações graves de hipersensibilidade que possam ocorrer.   Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis.    Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação est& ... Leia mais
  • 22/11/2013 Pergunta:
    Nome: Katherine Barbosa
    Olá! Gostaria de saber como avaliar a necessidade de suspensão dos medicamentos AAS e Clopidogrel de um paciente com infarto do miocárdio e colocação de stent não medicamentoso há mais de 1 ano para colocação de implante dentário. Abraços

    22/11/2013 Resposta:
    Dra Katherine,   Pacientes que fazem uso de medicamentos com ação anticoagulante como AAS e Clopidogrel para prevenção de acidentes vasculares necessitam de um cuidadoso acompanhamento. Mesmo a eventual suspensão da medicação para realização de um procedimento odontológico só deve a meu ver acontecer após um contato prévio e autorização por escrito do médico especialista que acompanha o caso do seu paciente. Acredito que seguir à risca as orientações do especialista seja a melhor forma de se lidar com esta situação, evitando assim riscos para a saúde cardiovascular do paciente e respaldo para o dentista diante de eventuais imprevistos.   Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis.    Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação est&aac ... Leia mais
  • 19/11/2013 Pergunta:
    Nome: Danilo M. Guimarães
    Olá Dr. Victor Hugo, tudo bem? Será que poderia me ajudar com um caso? Recentemente confeccionei uma prótese parcial removível inferior para um paciente e o que é comum surgiram algumas pequenas lesões, uma em destaque é localizada no ramo alveolar da mandíbula no qual estou acompanhando já fazem duas semanas e não notei melhora alguma, o que me preocupa é que os aspectos clínicos sugere ser algo do tipo de osteonecrose, porém o paciente não faz ou fez uso de medicamentos associados a tal patogenia. Estou tratando ele com furacin e clorexidina 0,12%, dependendo da definição do quadro clinico entrarei com antibioticoterapia usando clindamicina... Cabe me fazer algumas observações? Caso seja necessário mais informações estarei de prontidão para informar-lhe, abraços!

    19/11/2013 Resposta:
    Caro Dr Danilo,   A clindamicina é uma boa opção tanto em casos de alergia a penicilinas como em casos de infecções severas e resistentes. Quando de sua indicação deve-se sempre certificar-se de que o paciente nunca sofreu de colite pseudomembranosa, ou não possua nenhum distúrbio gastrointestinal. Apesar de somente 1% dos usuários de clindamicina desenvolverem este quadro, deve-se manter contato com o paciente durante este período, e avisá-lo para que interrompa o tratamento caso ocorra algum sinal deste efeito adverso. Entre os macrolídeos, uma boa opção para pacientes alérgicos à penicilina seria a azitromicina, por causa da reduzida toxicidade e boa  eficácia além de ser administrada em uma única dose diária. No entanto, quando se trata do uso específico da azitromicina para as infecções periapicais agudas, a literatura é escassa.   O paciente alérgico à penicilina pode apresentar sensibilidade cruzada às cefalosporinas. Apesar da American Heart Association  haver indicado a Cefalexina como um ... Leia mais
  • 06/11/2013 Pergunta:
    Nome: Elisa
    Qual a terapia medicamentosa mais adequada para pacientes com lupus, que necessitam de exodontia?

    06/11/2013 Resposta:
    Prezada Dra Elisa,   Em um caso como este é necessário uma avaliação médica anterior ao procedimento. O médico do paciente precisa avaliar o seu estado e emitir um laudo com recomendações e eventual indicação de fármacos ao dentista que irá realizar a exodontia. Em doenças como o Lúpus a parceria dentista e médico é fundamental para garantia da saúde do paciente.   Muito obrigado pelo seu contato.    Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e sem fins de diagnóstico, competência esta de responsabilidade exclusiva do dentista ou médico prescritor.
  • 04/11/2013 Pergunta:
    Nome: glaucia
    ola! estou com paciente com stent e risco cirurgico veio orientado nao suspensao do marevam , vou fazer implante , vou remover duas raizes ano centrL inferior i onstalar um implante nível esta 1.6 inr como proceder caso hemorragia?

    05/11/2013 Resposta:
     Prezada Dra Glaucia,   O controle da dosagem de Varfarina (Marevan) é feito através de um exame chamado INR, que mostra o nível de anticoagulação do sangue. Um INR = 1 indica um sangue com coagulação normal. A maioria dos pacientes com as doenças associadas a esta terapia, precisam manter o INR entre 2 e 4, um estado que reduz o risco de tromboses sem causar uma anticoagulação perigosa. Valores acima de 5 indicam anticoagulação excessiva e a partir daí, quanto mais alto for o INR, maior o risco de sangramentos espontâneos, inclusive de AVE hemorrágico. Por esta razão, penso ser fundamental que você tenha acesso a um exame recente do seu paciente que lhe informe os dados do INR atual dele. É importante também ter em mente que medicamentos anticoagulantes como a Varfarina tem um enorme potencial de gerar interações medicamentosas com outros fármacos, gerando aumento ou diminuição da anticoagulação, e por esta razão um controle rígido sobre o uso de quaisquer outros medicamentos feitos pelo paciente antes do procedimento se faz necess&aac ... Leia mais
  • 30/10/2013 Pergunta:
    Nome: Flavia
    Olá professor, fiz uma extração dentária e mediquei o paciente com paracetamol, nimesulida e amoxicilina. Seguidos de bochechos com clorexidina. Paciente voltou com inflamação. Devo continuar com alguma medicação?

    31/10/2013 Resposta:
    Prezada Dra Flávia,   Reações inflamatórias neste caso relatado por você podem estar associadas a uma reação de hipersensibilidade a algum dos fármacos que o seu paciente está fazendo uso. Daqueles relacionados por você pode-se considerar a Amoxicilina como o medicamento com maior potencial de ser o gerador de uma reação deste tipo. Penso que neste momento seria fundamental você conversar com o seu paciente e procurar investigar o seu histórico de reações alérgicas ao uso de medicamentos, especialmente antibióticos. Caso venha a se confirmar que o paciente já apresentou reação alérgica a algum antibiótico do grupo das penicilinas é fundamental que o tratamento seja imediatamente interrompido com a Amoxicilina e substituído por outro antibacteriano. Outra possibilidade que se tem de considerar é o de uma reação de hipersensibilidade ao Clorexidine, embora esta seja uma condição mais rara, e também neste caso uma substituição não poderia ser descartada. ... Leia mais
  • 16/09/2013 Pergunta:
    Nome: Vera Lucia Garcia Morethson
    dr. Francisco qual anti-inflamatório eu posso receitar para um paciente que toma Carbamazepina 200mg 2x ao dia,com a finalidade de extração de sisos. Obrigada

    16/09/2013 Resposta:
    Prezada Dra Vera Lúcia,   A literatura no diz que a Carbamazepina, quando administrada conjuntamente com um anti-inflamatório não-esteroidal, tende a diminuir o efeito anti-inflamatório por afetar o metabolismo da enzima hepática CYP2C9/10. Felizmente essa interação é mínima e não tem significado clínico, o que possibilita a você vir a prescrever um anti-inflamatório como o diclofenaco potássico, por exemplo, desde que o seu paciente não seja portador de outras patologias ou que já tenha tido algum tipo de reação alérgica a esse fármaco.   Muito obrigado pelo seu contato.    Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e sem fins de diagnóstico, compet&e ... Leia mais
  • 27/08/2013 Pergunta:
    Nome: Francisco
    tenho um paciente que esta com processo infeccioso tem 12 anos, o mesmo é alérgico a amoxicilina. posso utilizar clindamicina ou azitromicina e qual a miligrama e de quanto em quantas horas, obrigado

    27/08/2013 Resposta:
    Caro Dr Francisco,   Em Odontopediatria, devemos ter em mente que a posologia varia com a idade do paciente.   Para pacientes alérgicos à Penicilina e seus derivados como a Amoxicilina, as opções de tratamento são:   Azitromicina suspensão oral 200 mg/5ml: 20 mg/Kg de peso corporal/dia - 1 vez ao dia por 3 dias, via oral   Clindamicina suspensão oral 250 mg/5ml: 20 mg/Kg de peso corporal/dia - 8 x 8 horas por 7 dias, via oral   Muito obrigado pelo seu contato.    Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e sem fins de diagnóstico, competência esta de responsabilidade exclusiva do dentista ou médico prescritor.
  • 15/08/2013 Pergunta:
    Nome: Anderson
    Boa tarde,Dr.Preciso realizar um procedimento cirúrgico em um paciente que faz uso de TEGRETOL. Quais cuidados devo tomar(anestésicos e vasoconstritores) e ,se houver necessidade de administrar um antibiótico, qual devo utilizar (uma vez que a paciente relatou reações adversas da última vez que precisou fazer uso de antibiótico)?

    15/08/2013 Resposta:
    Caro Dr Anderson,

    O citocromo P450 3A4 (CYP 3A4) é a principal enzima catalisadora de formação de Carbamazepina (Tegretol®). A co-administração de inibidores de CYP 3A4 pode resultar em aumento de concentrações plasmáticas, o que pode induzir reações adversas. A administração de indutores de CYP 3A4 pode aumentar a proporção do metabolismo de Carbamazepina, causando diminuição no nível sérico de Carbamazepina e uma potente diminuição do efeito terapêutico.

    Agentes que podem aumentar o nível plasmático de Carbamazepina: verapamil, diltiazem, dextropropoxifeno, viloxazina, fluoxetina, fluvoxamina, possivelmente cimetidina, acetazolamida, danazol, possivelmente desipramina, nicotinamida (em adultos, somente em dose elevada), nefazodona, antibióticos macrolídeo (p. ex.: eritromicina, troleandromicina, josamicina e claritromicina), azóis (p. ex., itraconazol, cetoconazol e fl uconazol), terfenadina e loratadina. Uma vez que níveis plasmáticos elevados de Carbamazepina podem resultar em reações adversas (por ... Leia mais
  • 17/07/2013 Pergunta:
    Nome: cintia
    Bom dia Dr, qual antiflamatorio um paciente com quadro tromboembolitico fazendo uso de marevan 5 mg pode usar? E tambem quanto ao uso de corticoides injetaveis e topicos? Obrigada

    17/07/2013 Resposta:
    Prezada Dra Cintia,   A literatura indica o paracetamol como analgésico de escolha para pacientes em terapia com anticoagulantes como o Marevan®, composto por Varfarina.    Considerando que o Tylex® é uma associação de Paracetamol + Codeína e que esta última também não interfere na ação da Varfarina, considero seguro a associação desses dois fármacos.    O uso de corticoides em pacientes que fazem uso de anticoagulantes depende de consulta prévia ao médico especialista responsável pela prescrição de Varfarina ao paciente.   Fique à vontade para novos questionamentos.    Muito obrigado pelo seu contato.    Att,    Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis  Software a sua melhor escolha em software para odontologia  11 3168 9274   ... Leia mais
  • 06/07/2013 Pergunta:
    Nome: Flávia
    Boa Noite. Posso receitar Amoxicilina 500mg, para paciente com gastrite e que faz uso constante de Omeprazol? Vou fazer cirurgia do dente 48 e 38 incluso, pretendo receitar uma hora antes e depois por 7 dias. Obrigada.

    07/07/2013 Resposta:
    Prezada Dra Flávia,   A amoxicilina é um antibiótico de largo espectro usado no tratamento de infecções bacterianas não-complicadas causadas por micro-organismos gram-positivos ou gram-negativos, inclusive das chamadas infecções odontogênicas.  É encontrada comercialmente como Amoxil, Hiconcil, e também na sua versão genérica. Pacientes com gastrite podem fazer uso da Amoxicilina. À propósito este antibióico é utilizado para o tratamento de infecções por H. Pylori, um dos principais agentes causadores da gastrite, através de um esquema posológico específico.   Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis.    Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinc ... Leia mais
  • 27/06/2013 Pergunta:
    Nome: Thiago Castro
    Olá tenho uma paciente que necessita de uma exodontia do elemento 38, que se encontra incluso, a mesma paciente relata ser alergica a Diclofenaco Potássico, relata edema e inchaço na face, mas chegou a fazer teste de alergia e o mesmo não conclui qual componente causa sua alergia. Na sua opinião qual anti-inflamatório poderia ser a escolha para ela?? Obrigado

    28/06/2013 Resposta:
    Caro Dr Thiago, Como a sua paciente relata apresentar sintomas de alergia ao Diclofenaco potássico existe muita chance dela também vir a apresentar os mesmos sintomas com qualquer outro medicamento que faça parte do grupo dos anti-inflamatórios não esteroidais (reação cruzada). Os sintomas relatados pela mesma paciente são de edema e inchaço. Então não se pode descartar o risco potencial de uma reação mais grave associada a medicamentos do grupo dos AINEs, como edema de glote, por exemplo. Existem medicamentos alternativos para situações desta natureza, mas no meu entender o caso desta paciente necessitaria de uma investigação mais aprofundada de um médico alergista que poderia então eleger quais seriam os medicamentos mais seguros que a paciente poderia fazer uso. Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis. Atenciosamente, Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274 A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista ... Leia mais
  • 18/06/2013 Pergunta:
    Nome: Mirella
    ilá Dr. tenho um paciente que esta com um abcesso muuito signifucativo precisando fazer uma extração , o mesmo tem alergia a dipirona e aas, ele poderá fazer uso da cefalexina ou seja do keflex.

    18/06/2013 Resposta:
    Prezada Mirela,   Não existe relação cruzada de hipersensibilidade para quem apresenta quadro alérgico ao AAS e dipirona com a cefalexina (Keflex). No entanto de que se ter muito cuidado na prescrição de antibióticos para pessoas hipersensíveis, pois não se pode descartar o risco de um novo quadro alérgico, aliás muito comum no uso de antimicrobianos. Na dúvida, é sempre recomendável se certificar com o médico alergista do paciente de que ele possa vir a fazer uso de Cefalexina para o tratamento odontoógico tão necessário.   Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis.    Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e s ... Leia mais
  • 15/06/2013 Pergunta:
    Nome: Rachel
    paciente que passar por um procedimento de extração do dente siso e que tenha sensibilidade dolorosa eventos de gastrite corriqueiros, que utiliza anticoncepcional e com historico familiar de acidente trombotico Qual grupo de analgésicos ou anti-inflamatórios é mais adequada indicar?

    15/06/2013 Resposta:
    Prezada Dra Rachel,   Os anti-inflamatórios do grupo dos coxibs, dos quais permanecem em comercialização o celecoxib (Celebra) e o etoricoxib (Arcoxia), entraram no mercado a partir de 1999 como alternativas vantajosas para pacientes com problemas gastrintestinais – gastrites, úlceras, sangramentos gástrico ou duodenal. Foram apresentados como medicamentos seletivos, com potencial antiinflamatório e analgésico equivalente ao dos antiinflamatórios já conhecidos, sem provocar os efeitos gastrintestinais daqueles.   As limitações do uso destes fármacos referem-se à elevação do risco de eventos adversos cardiovasculares, especialmente o aumento da incidência de infarto agudo do miocárdio (IAM) e acidente vascular cerebral (AVC).   As alternativas possíveis para pacientes com risco tromboembólico que necessitem de terapia com antiinflamatórios, segundo o American College of Cardiology (ACC), são as seguintes:   • Uso continuado de aspirina em baixa dosagem, quando indicado • Considerar al ... Leia mais
  • 14/06/2013 Pergunta:
    Nome: patricia landazuri
    quem tem pressao alta pode fazer vochechos com agua e sal?

    14/06/2013 Resposta:
    Prezada Patrícia,
    Deve-se à princípio evitar a recomendação de bochechos com água e sal para pacientes hipertensos, pois dependendo do grau de hipertensão do paciente a presença do sal na solução pode promover elevação da pressão arterial.
    Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis. 
    Atenciosamente,
    ... Leia mais
  • 08/06/2013 Pergunta:
    Nome: Juliana Zanettini
    Paciente com histórico de alergia a AAS tem contra indicação de prescrição de piroxicam ou dipirona? Um paciente meu, teve reação alérgica e chegou no hospital e o médico que o atendeu disse que era do piroxicam, porém o paciente não relatou a mim, que haviam consumido pastilhas para garganta.

    08/06/2013 Resposta:
    Prezada Dra Juliana Zanettini,   Os anti-inflamatórios não-esteroides (abreviadamente, AINEs) são um grupo variado de fármacos que têm em comum a capacidade de controlar a inflamação, realizar analgesia e de combater a hipertermia. AAS, Dipirona e Piroxican são todos AINEs e um paciente que apresente reação alérgica a um deles poderá também apresentar o mesmo problema com qualquer um dos outros listados. A isto denominamos de reação cruzada. Este paciente seu que recentemente apresentou sintomas sérios de alergia a ponto ter de receber atendimento hospitalar deve por precaução evitar o consumo de qualquer medicamento que contenha em sua fórmula algum anti-inflamatório não-esteroidal seja na forma de comprimidos, gotas ou pastilhas e se o tiver de fazer apenas o faça mediante autorização de um especialista, no caso, um médico alergista. Em um caso como este o recomendável antes do início de qualquer terapia medicamentosa é que se encaminhe o paciente a um médico especialista para uma investigaç&atild ... Leia mais
  • 05/06/2013 Pergunta:
    Nome: Patricia Valentim A Correali
    Bom dia Professor Victor Hugo. Tenho que fazer uma cirurgia para colocação de implante - no 36 sem necessidade de enxerto ósseo , em paciente saindo de crise aguda de hernia de disco , pós infiltração de corticóide na região e com uso a algumas semanas da seguinte formula: SULINDAC 200 mg , DEFLACORT 4,5 mg , FAMOTIDINE 30 MG, habitualmente indico dexametasona 4,5 mg uma hora antes da cirurgia , creio não haver necessidade devido ao uso continuo do deflacort, minha duvida é quanto ao risco de sangramento trans cirurgico com o uso do antiinflamatorio- Famotidine , há contra indicação cirurgica? Obrigada pela atenção

    05/06/2013 Resposta:
    Cara Dra. Patrícia,   No intuito de que a resposta que estou lhe enviando possa também servir como esclarecimento aos demais usuários do Dentalis, vou a seguir detalhar de forma bem sucinta a ação preferencial de cada um dos fármacos listados por você.   A famotidina é um antagonista dos receptores H2 de histamina de longa duração e alta eficácia na inibição da secreção gástrica. Como tal é utilizada para o tratamento da úlcera duodenal e gástrica benigna e prevenção de recidivas de ulceração duodenal.    O sulindac ou sulindaco é um antiinflamatório não esteroidal (AINE) classificado quimicamente como ácido carboxílico, da classe dos acetatos, que inibe de forma não seletiva a cicloxigenase 1 e 2. Terapeuticamente, é utilizado como agente analgésico e antiinflamat&o ... Leia mais
  • 18/05/2013 Pergunta:
    Nome: celso roberto vitaliano
    choque anafilatico com amoxicilina via oral é possivel? qual sua posição em relação a profilaxia antibiótica em cirurgia de implantes em pacientes saudáveis

    19/05/2013 Resposta:
     Caro Dr Celso Roberto,   Após a administração oral de amoxicilina a ocorrência de choque anafilático e outras reacções alérgicas graves é rara. Contudo, se tais reações ocorrerem, devem ser tomadas medidas de tratamento de emergência: administração i.v. de epinefrina, seguida da administração de anti-histamínicos, substituição de volume e administração de glucocorticoides. Os doentes devem ficar sobre cuidadosa observação, e se necessário devem ser administradas medidas terapêuticas adicionais (respiração artificial, oxigênio).   A revisão sistemática da Cochrane, publicada em 2010 é o estudo disponível com maior número de pacientes incluídos e a única que inclui apenas estudos randomizados.  Após sua publicação, parece coerente sugerir uma utilização rotineira de uma dose única de 2g de amo ... Leia mais
  • 18/05/2013 Pergunta:
    Nome: EMERSON
    Bom dia prof. Existe contra-indicação para a instalação de implantes em pacientes portadores de Lupus? quais os cuidados necessarios?

    18/05/2013 Resposta:
    Caro Dr Emerson,   Não existem contra-indicações absolutas permanentes em implantologia. O processo de integração do implante no osso baseia-se no mesmo princípio da cicatrização após a extração de um dente. Por isso se diz que quem pode tirar um dente pode também colocar um implante. Todavia, há situações em que será necessária a colaboração com o médico assistente para escolher qual a melhor altura para colocar o implante e estabelecer se o paciente terá que suspender temporariamente alguma medicação que possa estar a tomar.   O Lupus Eritematoso Sistêmico se enquadra em um grupo de situações clínicas em que é importante esclarecer a relação risco/beneficio.  Em situações assim o implantologista deverá avançar com prudência. Nenhuma doença ou medicação é contra-indicação absoluta permanente mas, devem ser avaliadas as condições de saúde do paciente, se possível ... Leia mais
  • 25/04/2013 Pergunta:
    Nome: Sonia Gava
    Olá! Para realizar exodontias em portadores de sifilis, quais cuidados devem ser adotados para a segurança do paciente? Grata!

    25/04/2013 Resposta:
    Cara Drª Sônia,   A Sífilis é  uma  doença  sexualmente  transmissível  (DST)  em  90%  dos  casos,podendo  ainda  ocorrer  a  transmissão  vertical,  quando  é  denominada  de sífilis  congênita.  Sua  etiologia  é  bacteriana  (Treponema  pallidum), apresentando um período de incubação de uma a três semanas. O período de  maior  risco  de  transmissão  do  microrganismo  é  a  fase  primária  e secundária  da  doença.  A vida  extracorpórea  do  microrganismo  é  curta, sendo descrita por alguns autores como de segundos, a uma temperatura de 25ºC.   O conjunto de medidas recomendáveis no atendimento de pacientes portadores de Sífilis é o mesmo a ser tomado quando do atendimento de pacientes portadores de outras doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS, por exemplo. O Ministér ... Leia mais
  • 25/04/2013 Pergunta:
    Nome: liliane veeras
    quando se administra um deterrminado farmaco e segue-se oesquema de 250mg de 4/4 horas e depois faz dosagem 500mg de 6/6 horas oque oocorre

    25/04/2013 Resposta:
    Cara Drª Liliane,   Cada fármaco tem as suas características particulares, como tempo de meia-vida, biodisponibilidade, tempo de metabolização e excreção do organismo. Em razão disto um esquema de 250mg de 4/4 horas pode não produzir o mesmo resultado que um outro de 500mg de 6/6 horas do mesmo medicamento. É sempre bom portanto observar as recomendações de esquema posológico indicados pelo fabricante descritos na bula do medicamento e dos dados bibliográficos de consenso da comunidade científica.   Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico Dentalis. Coloco-me a sua disposição para novos esclarecimentos.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos d ... Leia mais
  • 24/04/2013 Pergunta:
    Nome: Natália Soares
    Olá! Recentemente, um paciente me procurou relatando estar com "dor de dente" e, que, por coincidência era parente da secretária. Ele omitiu algumas informações por sentir-se envergonhado, porém, ela relatou que o mesmo havia sofrido um AVC e já apresentou um quadro de úlcera gástrica (o que, segundo ela, quase o levou a óbito). Por não saber há quanto tempo foi o AVC, não pude fazer qualquer procedimento (devido à contra indicação de vasoconstritores) e não pude medicá-lo para cessar sua dor. Minha dúvida é, qual é a melhor opção de medicamentos capazes de impedir que o paciente tenha dor e quais os cuidados devo ter com pacientes que apresentam problemas de úlceras e suas contra indicações. Grata!

    25/04/2013 Resposta:
     Prezada Dra Natália Soares,   Para pacientes portadores de gastrite que necessitem de analgesia após tratamento odontológico, uma das melhores opções de acordo com a literatura é o uso da associação Paracetamol + Codeína. O medicamento de referência desta associação medicamentosa é o Tylex. O Tylex de 7,5 mg é indicado para o alívio de dores de intensidade leve. Já o Tylex® de 30 mg é indicado para o alívio de dores de grau moderado a intenso, como nas decorrentes de traumatismo (entorses, luxações, contusões, distensões, fraturas), pós-operatório, pós extração dentária, neuralgia, lombalgia, dores de origem articular e condições similares. Analgésicos a base de ácido acetilsalicílico e dipirona, bem como anti-inflamatórios não esteroidais são contra-indicados para pacientes portadores de gastrite. Se o uso de anti-inflamatórios para inibição da dor tornar-se imprescindível neste paciente, o recomend& ... Leia mais
  • 19/04/2013 Pergunta:
    Nome: Thamile Beltrame Guimaraes
    ola,gostaria de saber se dipirona sodica é abortivo??? e se pode ser engerido por mulheres gravidas??? tem algum risco????

    22/04/2013 Resposta:
    Prezada Thamile,   A Dipirona faz parte da categoria C de risco na gravidez. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. Recomenda-se não utilizar Dipirona Sódica durante os primeiros 3 meses de gravidez. O uso de Dipirona Sódicadurante o segundo trimestre de gravidez só deve ocorrer após cuidadosa avaliação do potencial risco/benefício pelo médico.    A Dipirona Sódica, entretanto, não deve ser utilizada durante os 3 últimos meses de gravidez, visto que, embora a Dipirona Sódica seja uma fraca inibidora da síntese de prostaglandinas, a possibilidade de fechamento prematuro do ducto arterial e de complicações perinatais devido ao prejuízo da agregação plaquetária da mãe e do recém-nascido não pode ser excluída. A lactação deve ser evitada durante e até 48 horas após ... Leia mais
  • 17/04/2013 Pergunta:
    Nome: JEAN DE PINHO MENDES
    olá Professor qual o receituaro necessario para rescricao de tylex. pois o balconista solicitou receita B azul. é necessário?

    17/04/2013 Resposta:
    Caro Dr Jean,   O medicamento Tylex (Paracetamol + Codeína) encontrado nas apresentações de 7,5 e 30 mg de Codeína faz parte da lista A2 de medicamentos psicotrópicos e a exigência legal é de que o mesmo seja prescrito em receituário especial (receita branca, 2 vias).   Muito obrigado pela sua consulta ao suporte Dentalis.   Atenciosamente, Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274
  • 12/04/2013 Pergunta:
    Nome: flavia cristina dos santos
    2. Explique por que deve-se ter maior cuidado na administração de um fármaco com um reduzido índice terapêutico.

    12/04/2013 Resposta:
    Prezada Dra Flávia,   Muito obrigado pelo seu contato com o suporte técnico do Dentalis.   Respondendo a sua dúvida, o Índice terapêutico é uma medida utilizada em Farmacologia,que relaciona a dose da droga necessária para produzir terapêutico e a quantidade que causa efeitos tóxicos. Quantitativamente, é a proporção dada entre a dose tóxica dividida pela dose terapêutica. Uma medida comumente utilizada do índice terapêutico é a dose letal da droga para 50% da população (LD50) dividida pela dose efetiva mínima para 50% da população (ED50). Um Índice Terapêutico baixo ou estreito condiz com drogas que podem atingir níveis tóxicos com extrema facilidade, tais como a digoxina e a varfarina. Por este motivo deve-se ter o máximo de cuidado na prescrição de medicamentos com baixo índice terapêutico.   Coloco-me a sua disposição para novos esclarecimentos.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardos ... Leia mais
  • 04/03/2013 Pergunta:
    Nome: Rebeca Pontes Claus
    Boa noite, Dr! Gostaria de saber se um dentista pode prescrever norfloxacino para infecções de tecidos moles da orofaringe. Tendo o paciente relatado "não se dar bem" com os demais antibióticos de escolha . Existe alguma restrição quanto a prescrição de norfloxacino por cirurgião dentista? Obrigada.

    05/03/2013 Resposta:
     Prezada Rebeca,   O Norfloxacino é um agente bactericida de amplo espectro indicado para: Tratamento de infecções do trato urinário alto ou baixo, complicadas ou não, agudas ou crônicas. Estas infecções incluem: cistite, pielite, cistopielite, pielonefrite, prostatite crônica, epididimite e aquelas associadas com cirurgia urológica, bexiga neurogênica ou nefrolitíase, causadas por bactérias suscetíveis ao Norfloxacino. O Norfloxacino não é um antibiótico com foco no tratamento de infecções em tecidos moles e sim no aparelho gênito-urinário.   Segundo a literatura a Azitromicina é indicada no tratamento em infecções do trato respiratório inferior (incluindo bronquite e pneumonia) e superior, incluindo sinusite (infecção nos seios da face), faringite (inflamação da faringe) ou amigdalite (inflamação das amígdalas); infecções da pele e tecidos moles. Seria assim, um antibiótico com maior indicação no tratamento de infecções que atinjam os tecidos m ... Leia mais
  • 04/03/2013 Pergunta:
    Nome: Patricia
    Boa tarde Dr Victor Hugo, Gostaria de saber se posso associar o uso de cefalexina ao uso de dexametasona no pré e pós operatório de terceiros molares inclusos? Obrigada, PATRICIA

    04/03/2013 Resposta:
    Prezada Drª Patrícia,

    A medicação pré-operatória é de fundamental importância em procedimentos de exodontia de terceiros molares inclusos. A prevenção da dor é tão ou mais importante do que o combate à dor instalada. Existem vários trabalhos publicados que demonstram os benefícios de pré-medicação com glicocorticóides, como a Dexametasona (por exemplo) uma hora antes da cirurgia. No momento do trauma cirúrgico esta medicação já estará na circulação sanguínea, agindo em todos os sítios simultaneamente, sendo assim, se fizermos a apenas a exodontia de um dente, ou de 3 dentes, a dose e os efeitos da droga serão os mesmos. O controle da dor pós-operatório será feito com anti-inflamatórios e analgésicos de ação periférica e/ou opióides. O paciente deve ser esclarecido que todo desconforto pós-cirúrgico é passível de controle. Hoje há um arsenal terapêutico à disposição e os cirurgiões-dentistas, e estão aptos a utilizá- ... Leia mais
  • 27/02/2013 Pergunta:
    Nome: Márcio José Pinto de Carvalho
    Qual o risco de receitar o remédio dormonid de 7,5mg para um senhor de 70 anos?

    28/02/2013 Resposta:
     Caro Dr. Márcio, Pacientes com mais de 60 anos têm maior sensibilidade ao Dormonid® comprimidos que pacientes jovens; é recomendável que o dentista inicie o tratamento com uma dose menor e monitore a reação ao tratamento prescrito.  Para pacientes idosos e debilitados, a posologia padrão recomendada pelo fabricante é de 1 a 2 comprimidos revestidos de 7,5 mg (ou 1 comprimido revestido de 15 mg).   Muito obrigado pela sua consulta ao suporte técnico da Dentalis,   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274   A presente informação está baseada na opinião técnica do especialista, desvinculada da análise dos aspectos clínicos do paciente e sem fins de diagnóstico, competência esta de responsabilidade exclusiva do dentista ou médico prescritor.
  • 29/01/2013 Pergunta:
    Nome: Mario Ferraz
    Sobre a interação medicamentosa entre AINES e Antibióticos, e analgésicos, em infecções de origem dental.

    29/01/2013 Resposta:
    Caro Dr Mario Ferraz,   Em odontologia, a amoxicilina é considerada o antimicrobiano de primeira escolha para diversos tipos de infecções, sendo comum, em Odontologia, seu uso associado aos AINES. Um estudo realizado com voluntários sadios verificou que a administração de 100mg de diclofenaco sódico por via oral reduziu a biodisponibilidade oral de 2g de amoxicilina, devido à redução na absorção e aumentou em 18% a excreção renal da amoxicilina. A azitromicina tem sido uma boa opção para uso odontológico, devido a características, como amplo espectro de ação, baixa incidência de efeitos colaterais e boa penetração tecidual. A administração de piroxicam 20mg por dia, associada à azitromicina 500mg por dia, durante 7 dias, demonstrou redução na distribuição de piroxicam na gengiva e n ... Leia mais
  • 17/01/2013 Pergunta:
    Nome: KATIA FRANCIS SILVA DE SOUZA
    me explique sobre a interaçao medicamentosa entre o diclofenaco de sodico e o plasil e quais o esfeitos colaterais

    17/01/2013 Resposta:
     Prezada Katia, Não existem documentada nenhuma referência de interação medicamentosa entre os fármacos Diclofenaco sódico e Metoclopramida. Ficam valendo no entanto os efeitos colaterais particulares de cada uma das substâncias, mas não há exacerbação destes efeitos como resultado desta combinação de medicamentos. Há que se ressaltar no entanto que a Metoclopramida quando associada à bebidas alcoólicas pode aumentar os efeitos de sedação. Obrigado pela sua consulta ao suporte técnico Dentalis. Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis
    Dentalis Software
    a sua melhor escolha em software para odontologia 11 ... Leia mais
  • 17/01/2013 Pergunta:
    Nome: Maria de lourdes santos
    vou fazer raspagem sub,e meu paciente toma marevan,suspendi e nao prescrevi nenhum antibiotico,ha necessidade ou nao?

    17/01/2013 Resposta:
    Prezada Drª Maria de Lourdes,   Determinados procedimentos podem causar uma bacteremia transitória suficiente para causar uma endocardite. A profilaxia é indicada a pacientes que apresentem alguma alteração sistêmica que o torne suscetível e que venham a se submeter a procedimentos odontológicos invasivos, como a raspagem sub gengival, exemplificado no seu presente caso. Portanto, a profilaxia antibiótica nesta situação é indicada caso o seu paciente se enquadre em alguma das situações sistêmicas indicadas a seguir:   - Valvas cardíacas proteicas; - Endocardite bacteriana prévia; - Doença congênita cianótica; - Disfunção valvar; - Prolapso de valva mitral; - Cardiomiopatia hipertrófica; - Febre reumática com disfunção valvar   Havendo a necessidade da antibioticoterapia, a American Heart Association recomenda o seguinte protocolo: Para pacientes sem histórico de alergia aos derivados da Penicilina: Adultos: Amoxicilina 500 mg   ... Leia mais
  • 21/11/2012 Pergunta:
    Nome: ONOFRE APARECIDO DE SOUZA
    Boa Tarde. Gostaria de saber do dr. o seguinte, um paciente com somente um rim em funcionamento outro com 70%, posso medica-lo com anti inflamatório não esteroide, para realizar um implante dentário. Muito obrigado. onofre

    21/11/2012 Resposta:
     Dr Onofre, Anti-inflamatórios não-esteroidais são contra-indicados em pacientes portadores de problemas renais. Uma boa alternativa seria através do uso da combinação Paracetamol -Codeína, representada pelo medicamento de referência Tylex, disponível nas apresentações de 7,5 e 15 mg. Obrigado pela sua consulta ao suporte técnico Dentalis. Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis
    Dentalis Software
    a sua melhor escolha em software para odontologia
  • 12/11/2012 Pergunta:
    Nome: Jussara de Lima
    Boa Noite Professor, Gostei muito do seu site e gostaria de tirar uma duvida. Comecei a apresentar alergias a medicamentos como (coristina D, Dipirona, Diclofenaco e Ibuprofeno) Porem estou com problemas de saúde cujos sintomas se apresentam com urticarias, parestesia e edema em membros inferiores, sem ter o diagnostico do meu problema meu médico me indicou ibuprofeno que se mostrou eficaz quanto aos sintomas, mas apresentei processo alérgico ( dois choque anafilático de setembro a novembro, um por dipirona e outro por ibuprofeno). Por isso gostaria de saber se existe algum exame que eu possa fazer para saber a qual medicamentos antiflamatórios sou alérgica? Quais medicamentos posso tomar? E se poderia tomar Diprospam? Obs: meus exames se apresentaram com colesterol , triglicerídeos,glicose e VHS alterados mas não significativamente segundo meu médico. Realizando o exame de glicemia pós-prandial normal. E estou aguardando o exame para diagnostico de Lúpus. Agradeço pela atenção.

    13/11/2012 Resposta:
     Prezada, Sugiro a você buscar a consulta com um médico alergista, que poderá evidenciar através de testes a quais medicamentos você é alérgica.
  • 06/11/2012 Pergunta:
    Nome: Thayla T. Scarabel
    Prezado Prof°, Atendi uma paciente diabética que apresenta sinais e sintomas de abcesso periodontal. Vou receitar profilaxia antibiótica, antes do procedimento de raspagem e antibioticoterapia, porém ela relatou ser alérgica a antibiótico, porém não sabe o tipo. Minha dúvida é: Qual antibiótico prescrever nesse caso? Clindamicina 300mg ou Azitromicina 500mg? Pensei em solicitar avaliação médica antes de prescrever, porém fiquei na dúvida quanto à urgência do caso. O que o sr. sugere? Agradeceria se respondesse ou indicasse alguma referência. Desde já agradeço a atenção.

    06/11/2012 Resposta:
     Prezada Thayla, Uma dado importantíssimo nos falta que é a informação da paciente sobre o nome antibiótico a que ela já apresentou sinais de reação alérgica. É muito comum os pacientes apresentarem alergia à Penicilina e seus derivados como Amoxicilina e a outros relacionados ao grupo das Cefalosporinas. Se for este o caso, que só poderá ser confirmado através de um teste de sensibilidade realizado por um médico alergista, a paciente terá como principais opções de tratamento de um abscesso periodontal os antibióticos Azitromicina, Claritromicina (ambos do grupo dos Macrolídeos) e também a Clindamicina.  Mas reitero a importância de que antes do início de tratamento se possa ter a confirmação do nome do antibiótico que previamente causou esta reação alérgica relatada pela paciente.   Coloco-me a sua inteira disp ... Leia mais
  • 26/10/2012 Pergunta:
    Nome: elen pinaffo
    gostaria de saber se pacientes que presentam alergia ao dipirona sodica 1g,podem apresentar na dipirona de 500mg,ou seja se c concentração do medicamento tem a ver com o choque anafilatico ou é apenas a substancia ativa que influencia?

    26/10/2012 Resposta:
    Prezada Elen, Pacientes que apresentam alergia à dipirona em concentrações de 1 grama também poderão apresentar sinais de hipersensibilidade também quando fizerem uso da mesma substância em concentrações de 500 mg. Reações mais graves como o choque anafilático são o resultado normalmente de um processo de sensibilização que varia conforme o número de vezes em que o paciente foi exposto à droga e não tanto à concentração de uso do medicamento, Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos. Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.
    ... Leia mais
  • 25/10/2012 Pergunta:
    Nome: sam
    boa noite. eu to com a garganta inflamada e o médico falou pra eu tomar amoxilina. eu tenho alergia a aas, diclofenaco dipirona , e por enquanto é isso que eu sei, mais existem alguns remédios que na bula nao falam nada sobre dipirona por ex.ai na bula eles falam que tem um certo componente, mas é esse componente que tem dipirona, ai eles nao falam nada. ai depois eu fico com alergia. que no meu caso , ao redor dos meus olhos incham. pápebras e a parte das olheiras. rsrs enrrolei tanto que acho que dificultei o entendimento. mais eu queria saber se eu posso tomar amoxilina sendo alergico as esses componentes. eo amoxilina tem penicilina que contem diclofenaco,foi oque eu pesquisei. tambem tomei ibuprofeno e tive a reação alergica. depois de muita pesquisa eu vi que ele contem diclofenaco. achoq ue minha pergunta esta muito extensa, mais foi pra entender mais o caso. tinha esquicido, fui no medico uma vez eele me passou um remedio ,mesmo eu falando do que sou alergico . confiei mais tinha dipirona na sua composição. desculpa por extender tanto. obrigado

    25/10/2012 Resposta:
    Prezado Samuel,   A Amoxicilina é um derivado semi-sintético da Penicilina. Ou seja, pacientes que já tenham apresentado algum tipo de alergia à Penicilina não devem fazer uso da Amoxicilina e vice-versa, devido ao risco de uma reação de hipersensibilidade cruzada. Mas pelo visto este não é o seu caso, pois você relata até o momento ter apresentado alergia à Dipirona e ao Diclofenaco sódico que são enquadrados no grupo dos analgésicos e anti-inflamatórios e que não tem nenhuma relação com a Penicilina ou Amoxicilina que são antibióticos. De qualquer forma, você é uma pessoa com alto potencial de vir a desenvolver alergia a outros fármacos, além daqueles já indicados por você. Neste caso recomendo muita cautela quando for usar medicamentos pela primeira vez - seja a Amoxicilina ou outro fármaco. Qualquer sinal ou sintoma de alergia você deve interromper imediatamente o uso d ... Leia mais
  • 24/10/2012 Pergunta:
    Nome: Conceição Aparecida
    Boa noite! vou fazer um tratamento de canal, e a dentista disse q tenho q tomar um antibiotico antes do procedimento. Sou alérgica a penicilina ela disse q eu tenho q tomar amoxilina ou eritromicina. E ocorre outro problema. Eu nao consigo engolir comprimidos. Não sei o que fazer.

    24/10/2012 Resposta:
    Prezada Conceição Aparecida,   Pacientes alérgicos a Penicilina não devem fazer uso de Amoxicilina que é um derivado semi-sintético do primeiro antibiótico, o que pode gerar uma reação de hipersensibilidade cruzada. A melhor opção dentre aquelas que a sua dentista lhe relacionou a da Eritromicina, um antimicrobiano da classe dos Macrolídeos apropriado para pacientes alérgicos à Penicilina e seus derivados.   Uma das apresentações orais da Eritromicina é o medicamento Ilosone, que pode ser encontrado na forma de cápsulas de 250 mg e drágeas de 500 mg. Também existe a opção da apresentação na fórmula de suspensão oral de 125 ou 250 mg/5 ml. Nenhuma das apresentações do Ilosone vem na forma de comprimidos, o que o torna apropriado para o seu uso.   Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   ... Leia mais
  • 24/10/2012 Pergunta:
    Nome: Maria Vilani
    Sofri dois infartos, fiz duas angioplastias colocado dois stents nas coronárias E , e , dois na direita . Os stents são medicamentosos . Faço uso de Asplrina Prevent 100mg + Bissulfato de Colpidogrel (Plagrel75mg )dois comprimidos após almoço . Qual o analgésico q/ não seja antinflamatório que posso tomar em caso de dor ou febre?. Grata por me orientar .

    24/10/2012 Resposta:
    Prezada Maria Vilani,   Tanto a Aspirina Prevent quanto o Clopidogrel tem uma ação notadamente anticoagulante.  O recomendável, no caso da necessidade de alívio da dor,  que o analgésico preferencial de uso seja o Paracetamol que não irá interferir no processo da coagulação sanguínea.   Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia 11 3168 9274
  • 24/10/2012 Pergunta:
    Nome: Alessandra de Fátima Henrique
    Bom dia, estou com muita dor de dente, minha médica disse q eu posso tomar a novalgina de 1g, será q não vai prejudicar meu bebê? Tomei 3 vezes já mas uma por dia, estou com medo e agora?

    24/10/2012 Resposta:
    Prezada Alessandra, A Dipirona faz parte da categoria C de risco na gravidez. Ou seja, este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica adequada.  Recomenda-se não utilizar Dipirona Sódica durante os primeiros 3 meses de gravidez. O uso de Dipirona Sódica durante o segundo trimestre da gestação só deve ocorrer após cuidadosa avaliação do potencial risco/benefício pelo médico. A Dipirona sódica, entretanto, não deve ser utilizada durante os 3 últimos meses de gravidez, visto que, embora a Dipirona Sódica seja uma fraca inibidora da síntese de prostaglandinas, a possibilidade de fechamento prematuro do ducto arterial e de complicações perinatais devido ao prejuízo da agregação plaquetária da mãe e do recém-nascido não pode ser excluída. Recomendo a você voltar a conversar com a sua médica para discutir com ela os aspectos de segurança no uso da Dipirona e eventuais alternativas ... Leia mais
  • 24/10/2012 Pergunta:
    Nome: Sandra Regina Bueno da Silva
    tenho a bacteria esterococus e não posso com medicação a base de penicilina sou alergica me ajude o que fazer obrigado

    24/10/2012 Resposta:
    Prezada Sandra Regina,

    Considera-se a Doxiciclina (Vibramicina) uma das melhores alternativas para pacientes com infecções causadas por bactérias que fazem parte do grupo dos Enterococos.

    A Doxiciclina é também uma opção para pacientes que sejam alérgicos à Penicilina e seus derivados.

    Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.

    Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.

    Atenciosamente,
    Prof. Victor Hugo Cardoso
    Colaborador Clube Dentalis
  • 23/10/2012 Pergunta:
    Nome: meire
    faço uso de antibiotico chamado codein,gostaria de saber se ele interfere no anticoncepcional?desde ja agradeço a resposta.

    24/10/2012 Resposta:
    Prezada Meire, O Codein é o nome comercial de um medicamento à base de Fosfato de codeína, um derivado do ópio utilizado para o alívio da dor de intensidade média. Também apresenta atividade antitussígena. Não é portanto um antibiótico e não existem registros de interações medicamentosas documentadas deste medicamento com anticoncepcionais.   Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em sof ... Leia mais
  • 22/10/2012 Pergunta:
    Nome: sonia
    gostaria de sabe se uma pessoa submetida a revascularizaçao miocardica a um mes e com ostiommielite em halux pode fazer uso de 2 antibioticos amoxilina e cipro,nao faz uso de marivan e sim de astorvastatina e carvedilol,e é diabetico,mesmo assim pode associar os 2 antibioticos?grata

    22/10/2012 Resposta:
    Prezada Sônia,   Osteomielite em halux é característico de pacientes portadores do chamado pé diabético. O pé diabético é caracterizado pela presença de pelo menos uma das seguintes alterações: neurológicas, ortopédicas, vasculares e infecciosas, que podem ocorrer no pé do paciente portador de diabetes. Quando o componente infeccioso se faz presente, é necessário iniciar-se terapia com antibióticos por via oral ou injetável. Dentre os antimicrobianos utilizados para quadros de infecção de grau moderado existem protocolos que incluem a Amoxicilina e o Ciprofloxacino. A Amoxicilina é um antibiótico semi-sintético de amplo espectro semelhante a Ampicilina, exceto por sua resistência ao ácido gástrico o que permite níveis séricos mais altos quando administrado oralmente. O Ciprofloxacino é um antibiótico do grupo das Quinolonas ... Leia mais
  • 22/10/2012 Pergunta:
    Nome: flavio jose tiburcio alves
    Qual antibiotico que pode interagir anulando o efeito de anticoncepcionais?

    22/10/2012 Resposta:
    Prezado Flávio José,   O grande vilão da associação antibiótico e anticoncepcionais é a Rifampicina, um antimicrobiano utilizado contra a tuberculose, hanseníase (lepra) e na profilaxia da meningite.  É o antibiótico que comprovadamente reduz a eficácia dos anticoncepcionais. Outras classes como as tetraciclinas, metronidazol e derivados da penicilina como amoxicilina e cefalosporinas também podem diminuir em certo grau a concentração de estradiol. Esse efeito parece ocorrer apenas em um número reduzido de mulheres, mas como não há como saber de antemão quem será mais afetado, deve-se usar métodos contraceptivos não hormonais durante o seu período de uso.   Em relação aos outros antibióticos não existe nenhuma evidência de interação com repercussão clínica. A d&uac ... Leia mais
  • 21/10/2012 Pergunta:
    Nome: Bruna Lague
    POSSO TOMAR TYLEX APÓS AS REFEIÇÕES? OU É MELHOR TOMA-LO DE ESTOMAGO VAZIO?

    21/10/2012 Resposta:
     Prezada Bruna,   De acordo com a literatura e a própria bula do medicamento não existe um horário mais recomendado para uso do Tylex. Ou seja, ele tanto pode ser administrado antes como também após as refeições. A escolha do horário não irá interferir na ação do medicamento.   Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis  
  • 21/10/2012 Pergunta:
    Nome: elenice lemos vieira
    meu pai apos uma aplicação de dipirona na veia teve uma parada cardiaca apos ter feito uma cirurgia , quando tudo ia bem, aconteceu este problema que já dura 1 semana enternado no cti, sem explicações dos médicos o que pode ter acontecido?

    21/10/2012 Resposta:
    Prezada Elenice,   No caso do seu pai o que muito provavelmente ocorreu foi uma reação de hipersensibilidade à dipirona logo após ela ter sido administrada pela via injetável. Lembro do caso do cantor Marcus Mena Barreto, vocalista do LS Jack que sofreu uma parada cardíaca após passar por uma cirurgia de lipoaspiração. Este fato ganhou as manchetes e virou assunto em todo o País a algum tempo atrás.    Neste caso em particular, o problema ocorreu após o cantor ter recebido uma dose intravenosa de dipirona em razão de dores que ele sentia após o procedimento de lipoaspiração a que havia sido submetido.   Reações de hipersensibilidade a medicamentos vem se tornando cada vez mais comuns nos dias atuais, e aquelas relacionadas à dipirona fazem parte de muitas delas com uma gravidade menor ou maio ... Leia mais
  • 20/10/2012 Pergunta:
    Nome: idalina
    Boa noite professor Victor Hugo.preciso tirar uma duvida, cefalexina tem os mesmo componentes de amoxilina?meu medico me receitou cefalexina pra enfecçao urinaria,posso tomar a amoxilina?

    21/10/2012 Resposta:
     Prezada Idalina,   A Amoxicilina é um antimicrobiano semi-sintético com um espectro amplo de atividade bactericida que apresenta atividade contra bactérias Gram-positivas e Gram-negativas. A Amoxicilina, no entanto, pode sofrer degradação pelas chamadas beta-lactamases, e portanto, o seu espectro de atividade não inclui organismos que produzam estas enzimas.    Já a Cefalexina está indicada para o tratamento de todas as infecções causadas por bactérias sensíveis a este antibiótico, como no tratamento de infecções do trato respiratório causadas por S. pneumoniae e estreptococos beta-hemolíticos do grupo (A) e também infecções urinárias. A Cefalexina é resistente às beta-lactamases. A posologia padrão da Cefalexina é 500 mg de 6 em 6 horas pelo período mínimo de 7 dias.   Como se pode ver são antibióticos diferentes e não se pode substituir um pelo outro sem um motivo muito forte e uma avaliação médica prévia.   ... Leia mais
  • 20/10/2012 Pergunta:
    Nome: fatima
    posso associar votaren e dipirona para admininstrar intramuscular ou decadron com votaren alguns profissionais costumam assoaciar mas tenho receio de estar associando as drogas

    20/10/2012 Resposta:
    Prezada Fátima, Não se deve associar o uso de diclofenaco sódico (Voltaren) com a dipirona (Novalgina) ou qualquer outro analgésico. Da mesmo forma é completamente contra-indicada a associação da dexametasona (Decadron) com o diclofenaco sódico (Voltaren). Isto vale tanto para o uso oral como injetável destes medicamentos. Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos. Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.
    Atenciosamente,
    ... Leia mais
  • 19/10/2012 Pergunta:
    Nome: Deborah
    Boa noite,faço uso de bupropiona,garcinia100 mg,furosemida10mg,aloina20mg,centelha asiatica 100mg,piridoxina 30mg,vitamina A,pantotenato de calcio30 mg vou fazer uma cirurgia mamaria dia 13/11 onde vou tomar anestesia geral devo parar de tomar quantos dias antes da cirurgia?obs tomei sibutramina 1mes e meio mas minha medica mandou eu para .grata

    20/10/2012 Resposta:
     Prezada Deborah, Este medicamento é um complexo destinado a  auxiliar seus usuários na perda de peso.O mais prudente na minha opinião seria você interromper o uso deste produto desde já, considerando que a data da sua cirurgia irá acontecer em um período inferior a 30 dias. Deve-se tomar o maior cuidado possível no uso de medicamentos antes de qualquer procedimento cirúrgico, especialmente em se tratando de complexos de substâncias como esta que você está fazendo uso. Aproveito a oportunidade para lhe alertar que a Centella asiática pode reforçar a ação da Bupropiona, um conhecido antidepressivo. Por fim, recomendo a você que no lugar deste complexo, procure buscar orientações junto a um profissional de Educação Física com vistas a iniciar um trabalho de atividade que possa contribuir de forma efetiva com um processo de emagrecimento. Existem atividades de baixo impacto e muito eficientes hoje em dia, especialmente aquelas realizadas em ambiente de piscina, que muito poderão contribuir para a perda de peso e que colaboram para um melhor condicionamento físico, algo que certa ... Leia mais
  • 18/10/2012 Pergunta:
    Nome: Cristiene
    Vou fazer cirurgia bariatrica amanha de manha e hoje senti que meu nariz começou a querer entupir, com medo see gripe tomei um remedio chamado refryl , só agora me toquei, será que coloquei minha cirurgia em risco? sera que vou ter que adiar

    19/10/2012 Resposta:
     Prezada Cristiene,   Eu não identifiquei nenhum medicamento comercial com o nome de "Refyl". Você poderia por favor confirmar o exato nome do remédio que você fez uso? Mas já lhe antecipo que todo e qualquer medicamento à base de ácido acetil-salicílico (AAS, Aspirina, Melhoral, Bufferin) ou qualquer medicação contendo ervas (Arnica, Ginko Biloba, etc.), com efeito, anti-coagulante pelo menos 15 dias antes da cirurgia deve ser evitado.  Evitar também o uso de anti-inflamatórios. O paracetamol pode ser usados em caso de dor.   Também não é recomendável fazer uso de anticoncepcional oral ou injetável 30 dias antes da cirurgia.    Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em ... Leia mais
  • 18/10/2012 Pergunta:
    Nome: Maria Luiza
    Mas esse indicativo de reacao alergica a cefalexina, precisara tomar algum remedio de alergia ou qualquer outro remedio?

    18/10/2012 Resposta:
     Prezada Maria Luiza, Você informou na mensagem inicial que as manchinhas vermelhas surgiram na pele de seu filho no último dia do tratamento com Cefalexina. Como a criança não está mais fazendo uso do antibiótico, os sintomas de alergia deverão desaparecer naturalmente, não sendo assim necessário o uso de nenhum medicamento antialérgico. Caso o sintoma esteja incomodando muito, recomendo um contato com o médico pediatra que poderá prescrever o fármaco mais adequado ao seu filho. Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis. Atenciosamente, Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis ... Leia mais
  • 17/10/2012 Pergunta:
    Nome: Wellinton
    Eu tenho alergia a dipirona e a diclofenaco operei o joelho posso tomar tilex( Paracetamol fosfato de codeina)

    18/10/2012 Resposta:
    Prezado Wellinton,   Em caso de alergia à dipirona e ao diclofenaco, o paracetamol associado à codeína (Tylex) é uma excelente alternativa segura para o controle da dor na sua atual situação.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software
  • 17/10/2012 Pergunta:
    Nome: Maria Luiza de sousa ratc
    Meu filho de dois anos teve infeccao urinaria e o medico passou Cefalexina, mas no ultimo dia apareceu umas manchinhas vermelhas. O que devo fazer?

    18/10/2012 Resposta:
    Prezada Maria Luiza,   Se o seu filho não apresenta no momento nenhum sinal de febre, as manchinhas vermelhas no corpo dele são um indicativo de um quadro de reação alérgica à cefalexina. Como você nos informa que tal sintoma apareceu no último dia do tratamento, é recomendável informar ao pediatra de seu filho o que aconteceu. É bom ter em mente que pessoas que apresentam alergia à cefalexina também poderão apresentar a mesma reação ou até pior - em casos mais graves pode chegar a um choque anafilático - quando expostas a substâncias com estrutura química semelhante, como os antibióticos da família das penicilinas e cefalosporinas. Seria aconselhável que o pediatra de seu filho iniciasse um levantamento para confirmar a quais substâncias seu filho é alérgico afim de evitar problemas futuros.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube ... Leia mais
  • 17/10/2012 Pergunta:
    Nome: josé carlos de proença coelho
    sou alérgico a dipirona e ao acido acetil salisilico.qual antibiótico posso fazer uso p aliviar m dor de dente

    18/10/2012 Resposta:
    Prezado José Carlos,   Ao invés de um antibiótico você deve estar se referindo a um analgésico para o alívio de dor de dente. Para quem apresenta quadro de alergia tanto à dipirona quanto ao ácido acetilsalicílico, a opção mais recomendada é o Paracetamol.   Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso   Colaborador Clube Dentalis   Dentalis Software
  • 15/10/2012 Pergunta:
    Nome: fatima
    posso toma paracetamol de750 com meu remedio de pressão de 50 ml

    16/10/2012 Resposta:
    Prezada Fátima, A hepatotoxicidade  em potencial  associada ao uso por tempo prolongado e/ou elevadas doses de paracetamol pode ser aumentada pela administração de  altas  doses  dos  seguintes medicamentos:  barbitúricos, carbamazepina, hidantoína, rifampicina e sulfimpirazona, como também  com  a  ingestão  crônica  e  excessiva  de  álcool. Não existem dados bibliográficos indicando risco de interações medicamentosas com medicamentos da classe dos Anti-hipertensivos. Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis. Atenciosamente, Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software  
  • 14/10/2012 Pergunta:
    Nome: joseane lins
    Que antibiótico posso usar concomitantemente ao marevam?

    15/10/2012 Resposta:
    O Marevan é uma apresentação comercial da Varfarina,um potente anticoagulante indicado principalmente em pacientes com as seguintes patologias:

    - Fibrilação atrial (fibrilhação auricular);
    - Antecedentes de trombose ou embolia;
    - Válvulas cardíacas artificiais.

    Em pacientes em uso de Varfarina, deve-se evitar o uso de antibióticos da classe das Cefalosporinas, também os Macrolídeos (Azitromicina, Eritromicina, Claritromicina), as Quinolonas (Ciprofloxacino, Norfloxacino e Levofloxacino), os Aminoglicosídeos orais e as Tetraciclinas.

    Os anticolagulantes são a classe de medicamentos com o maior número de interações medicamentosas em potencial com outros fármacos.

    Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.

    Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.
    Atenciosamente,
    Prof. Victor Hugo Cardoso
  • 14/10/2012 Pergunta:
    Nome: Elaine
    Gostaria de saber se posso usar remedio p dor junto com amoxilina????

    14/10/2012 Resposta:
     Dra Elaine, Um analgésico como o Paracetamol pode perfeitamente ser combinado com o antibiótico Amoxicilina sem o risco de interação medicamentosa entre eles. Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos. Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.   Atenciosamente,   Prof. Victor Hugo Cardoso Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software ... Leia mais
  • 14/10/2012 Pergunta:
    Nome: silvana maria maschio gazel
    minha neta esta com infecçao urinaria,ela tem 3anos etem sido muito dificil para ela tomar ce falexina liquida de 250mg de 6em 6hs.Gostaria de saber se pode ser administrado com suco.Obrigado.Silvana.

    15/10/2012 Resposta:
    Prezada Dra Silvana,

    Não existe na literatura nenhuma incompatibilidade relacionada à administração da Cefalexina na forma de suspensão com sucos de frutas.

    Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.

    Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.
    Atenciosamente,
    Prof. Victor Hugo Cardoso
  • 05/10/2012 Pergunta:
    Nome: Paulo Jr
    Fiz extração de 2 cisos, e pos operatorio utilizei dipirona sódica + tylex 30mg, porem tive alergia ao fosfato de codeina presente no tylex, qual medicamento é aconselhado para substitui-lo ? Se nao existir, é aconselhado toma-los mesmo assim, só que acompanhado de um anti-alergico? A reação foi fortes dores de cabeça, tonturas, e muita coceira por todo o corpo.

    09/10/2012 Resposta:
    Caro Dr. Paulo,

    Não recomendo a você o uso do Tylex por conta do quadro alérgico relatado por você e que está associado à Codeína. Também não recomendo insistir no seu uso em hipótese alguma devido ao risco de agravamento do quadro alérgico.

    Como analgésicos, as opções disponíveis que lhe recomendo são:

    - Paracetamol: 750 mg de 6 em 6 horas enquanto houver sinais de dor;
    ou
    - Dipirona sódica: 500 mg de 6 em 6 horas enquanto houver sinais de dor.

    Se você não tiver mais sinais de sangramento após a extração dental, poderá também fazer uso de anti-inflamatórios.

    As opções são as seguintes:

    - Nimesulida: 100 mg de 12 em 12 horas pelo período de 3 dias;
    - Cetoprofeno: 50 mg de 8 em 8 horas pelo período de 3 dias;
    - Piroxicam: 20 mg de 8 em 8 horas pelo período de 3 dias;
    - Diclofenaco sódico ou potássico: 50 mg de 8 em 8 horas pelo período de 3 dias.

    Coloco-me a sua inteira disposição para qu ... Leia mais
  • 05/10/2012 Pergunta:
    Nome: Angela
    Boa tarde, Prezado Dr., tomei Azitromicina há 30 dias p/ pneumonia e agora estou com bolha de pus entre a gengiva e o dente. Dói muito e estou sem condições de ir ao dentista. Além de bochecho com água e sal posso tomar amoxilina 500mg?. Estou desesperada de dor! Agradeço-lhe por qualquer resposta que possa me aliviar!!!

    05/10/2012 Resposta:
    Prezada Drª Angela,

    Em casos como este o que se recomenda é que o abscesso seja cortado (incisão) e o pus, que contém bactérias, drenado.Este é um procedimento que somente pode ser realizado em um consultório odontológico e preferencialmente com o uso de um anestésico.

    As principais bactérias causadoras desta alteração são cocos gram positivos, como o Streptococos pyogenes, mutans, sobrinus; Stafilococos aureus; Bacilos Gram negativos e algumas espécies de anaeróbicos, não descartando também a participação de Enterococos.

    Recomenda-se o uso de um antibiótico bactericida, de amplo espectro e penicilinase resistente. A dose inicial deve ser preferencialmente dupla e para o tratamento da dor indica-se um anti-inflamatório não-esteroidal pelo prazo de 3 dias e também um analgésico em caso de necessidade.

    Para pacientes sem histórico de alergia aos derivados da Penicilina, as opções de Antibióticos recomendadas são as seguintes:
    - Cefalexina: 500 mg de 6 em 6 horas pelo período de 7 dias;
    - Amoxi ... Leia mais
  • 03/10/2012 Pergunta:
    Nome: Hanileque
    Amoxicilina pode curar siflis?

    03/10/2012 Resposta:
    Prezado(a) Hanileque,

    A amoxicilina não é eficaz e portanto não recomendada para o tratamento da Sífilis.

    O tratamento desta doença sexualmente transmissível varia conforme o seu estágio:

    - Para Sífilis primária ou secundária recomenda-se o uso de Penicilina benzatina (Benzetacil) 2.4 milhões de unidades em dose única
    - Para casos de Sífilis com mais de 1 ano de evolução ou de tempo indeterminado recomenda-se Penicilina benzatina (Benzetacil) 2.4 milhões de unidades em 3 doses, com uma semana de intervalo entre cada das aplicações.

    Pacientes com relatos de alergia à penicilina podem ser tratados com doxiciclina (100mg 2x por dia por 14 dias) ou azitromicina (dose única de 2g), mas ambos não são tão eficazes quanto a penicilina.

    Em alguns casos, como em grávidas contaminadas com sífilis, pode ser indicado um tratamento para dessensibilizar a paciente alérgica para que ela possa ser tratada com penicilina.
    A preferência é sempre pelo tratamento com penicilina por ser o mais eficaz de todos.
    Após o inici ... Leia mais
  • 02/10/2012 Pergunta:
    Nome: cleilma araujo de souza
    minha filha tem 2 anos e 2 messes ela esta com uma gripe forte com muito catarro no peito q chega ate chiar no peito ,ai eu comprei desametasona elixir ;e azitromicina pó para suspensao por minha conta mais ainda nao dei a ela poie ela estava tomando mucofan mais nao sarou ,e agora posso dar esses dois remedios a ela o azitromisina e o desametasona? obrigado.

    02/10/2012 Resposta:
    Prezada Drª Cleilma,
    A Azitromicina é um antibiótico do grupo dos macrolídeos. Ela é usada contra uma grande variedade de organismos semelhantes aos que respondem às Penicilinas.
    Eles não têm nenhum efeito sobre infecções virais, como resfriados ou gripe.
    No caso do seu filho, descartando a possibilidade de uma amigdalite ou faringite bacteriana, não há recomendação alguma de uso da Azitromicina ou qualquer outro antibiótico.
    Também não recomendo o uso de Dexametasona, um corticóide recomendado apenas em casos bem específicos e com orientação médica.

    A principal medida para dar adeus à gripe o mais rápido possível é o consumo de líquidos. Os pais devem dar bastante água e sucos para a criança gripada. Quando criança tem acima de dois anos, ela pode tomar mel acrescido de própolis.

    Outro aspecto importante do tratamento é a alimentação correta da criança. Além de muito líquido, a criança precisa manter uma alimentação leve, composta por frut ... Leia mais
  • 02/10/2012 Pergunta:
    Nome: roberto
    quantos dias posso tomar cataflan

    08/10/2012 Resposta:
    Prezado Dr. Roberto,

    Do mesmo modo que com outros anti-inflamatórios não-esteroidais, pode ocorrer elevação dos níveis de uma ou mais enzimas hepáticas com o uso prolongado do Cataflan.

    O uso a longo prazo desta classe de medicamentos também sujeita o paciente a problemas renais no futuro.

    Em Odontologia, recomenda-se o uso deste e de qualquer outro anti-inflamatório pelo menor tempo possível - 5 a 7 dias no máximo, respeitando-se a posologia padrão indicada para o fármaco.

    Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.

    Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.

    Atenciosamente,
    Prof. Victor Hugo Cardoso
  • 28/09/2012 Pergunta:
    Nome: Marina C. A. D. Souza
    o que fazer quando arranca 2 dentes e sai muito sangue?

    28/09/2012 Resposta:
    Prezada Drª Marina,

    Processos hemorrágicos após extração dentária é algo que sempre irá ocorrer em maior ou menor grau. O sangramento pode ser minimizado pelo uso de uma esponja de colágeno (Hemospon®).
    Logo após a extração dentária esta esponja pode ser colocada dentro do alvéolo e suturada.
    Ao se encher de sangue a esponja incha e veda o alvéolo, impedindo assim o sangramento.
    Na falta deste produto, recomenda-se que o paciente siga as seguintes recomendações:

    - Manter repouso por um período de 24 horas;

    - Usar um travesseiro mais alto quando for deitar;

    - Evitar passar a língua no ferimento;

    - Não fumar;

    - Evitar o succionamento da ferida;

    - Gelo por fora, durante meia hora, 4 vezes ao dia, nas primeiras 24 horas;

    - Procurar ingerir alimentos macios, pastosos e preferencialmente frios;

    - Morder uma compressa de gaze dobrada;

    - No dia seguinte à extração recomenda-se utilizar um colutório para ajudar na higienização da boca, já que no local da extraç&at ... Leia mais
  • 26/09/2012 Pergunta:
    Nome: Luiz Moraes
    Algum artigo sobre Midazolan(Dormonid)?

    27/09/2012 Resposta:
    Prezado Dr Luiz Moraes,

    Em resposta a sua pergunta, gostaria de lhe informar que dentre as várias alternativas para lidar com a ansiedade associada ao tratamento odontológico de muitos pacientes, a opção farmacológica pelo Midazolam, um benzodiazepínico com perfil farmacocinético, meia vida curta e potência ansiolítica apropriada, faz essa molécula agregar propriedades bastante interessantes na clínica odontológica, além da segurança necessária para utilização por profissionais treinados.

    O Midazolam foi sintetizado em 1975 e inicialmente empregado como hipnótico (indução do sono fisiológico). Passou a ser usado na sedação pré-cirúrgica ou previamente a procedimentos diagnósticos curtos, como a broncoscopia, gastroscopia, cateterismo cardíaco, etc., como também na indução de anestesia geral.

    POSOLOGIA
    As posologias usuais utilizadas para sedação consciente*, em Odontologia, por via oral, são as seguintes:

    Adultos: 7,5 a 15 mg
    Idosos: 7,5 mg
    Crianças: 0,25 a 0,5 ... Leia mais
  • 24/09/2012 Pergunta:
    Nome: Ana Paula Queiroz de Lima
    Boa noite dr, uma criança de 4 anos pode tomar azitromicina com dipirona sódica de 6 em 6 horas para alívio da dor e da febre? obrigada

    25/09/2012 Resposta:
    Prezada Dra Ana Paula,

    A dipirona é um analgésico e antitérmico recomendado para o alívio de dores mais severas e febres acima dos 38,5 C na seguinte posologia para crianças de 4 a 6 anos (16-23Kg): até 15 gotas e no máximo 4 vezes ao dia da apresentação Dipirona gotas.

    Como medicação de primeira escolha e com a mesma indicação especialmente em casos de febre de menor intensidade, o recomendável para crianças é o uso do Paracetamol, na posologia indicada para crianças:
    1 gota por Kg de peso, por dose (por exemplo: uma criança com 10 Kg deverá tomar 10 gotas, com 15 Kg tomará 15 gotas e assim por diante), até o limite de 35 gotas por dose. Essa administração pode ser repetida 4 a 5 vezes por dia, com intervalos de 4 a 6 horas não devendo ultrapassar 5 administrações nas 24 horas.

    Nenhum dos fármacos anteriores apresenta risco de interação medicamentosa com a Azitromicina.

    Nas infecções mais brandas, a escolha do antibiótico costuma ser empírica, ou seja, baseada no conhecimento prévio de ... Leia mais
  • 23/09/2012 Pergunta:
    Nome: Alessandra Bueno Calirio
    Gostaria de saber se posso voltar dar azitromicina para meu filho ele tem 3 anos e tomou há 15 dias des de já obrigado!

    24/09/2012 Resposta:
    Prezada Dra Alessandra,

    Sim, você poderia reiniciar a terapia, mas penso que antes de se voltar a usar Azitromicina, seria importante procurar investigar porque o tratamento inicial com este antibiótico não surtiu o efeito esperado.

    Nas infecções mais brandas, a escolha do antibiótico costuma ser empírica, ou seja, baseada no conhecimento prévio de sensibilidade. Nos casos mais graves ou nas infecções que não respondem inicialmente aos antibióticos prescritos, uma cultura de material apropriado deve ser realizada para melhor guiar a escolha do antibiótico através de um TSA, Teste de Sensibilidade ao Antibiótico.

    é bom também considerar que muitas vezes um sintoma de febre alta não indica a necessidade da administração de um antibiótico, pois a infecção relacionada a esta febre pode ter origem viral, onde o uso de qualquer antibiótico seria inútil.

    Depois destas considerações, vamos a posologia padrão para crianças em tratamento com Azitromicina que é a seguinte:
    Em geral, a dose total em crianças a ser administrada ... Leia mais
  • 23/09/2012 Pergunta:
    Nome: Vanda Nascimento Bispo
    ola minha filha 2 anos teve reaçao alergica muito forte amoxilina sulfatoxizol qual amtibiotico usare qual antialergico os medico disse que nunca viram alergia a esses remedio me ajude um abraço

    23/09/2012 Resposta:
    Prezada Dra Vanda,

    As penicilinas, em particular a Amoxicilina, tem sido os antibióticos de primeira escolha para o tratamento de uma grande variedade de infecções.

    Em caso de alergia à Amoxicilina não se recomenda o uso de medicamentos antialérgicos e sim a substituição do antibiótico.
    Neste caso, uma das alternativas é a Azitromicina.

    Em geral, a dose total em crianças a ser administrada é de 30 mg/kg.
    No tratamento da faringite estreptocócica pediátrica, o antibiótico deve ser administrado sob diferentes esquemas posológicos.
    A dose máxima total recomendada para qualquer tratamento em crianças é de 1500 mg.
    Existem apresentações õna forma de suspensão oral para crianças, como o Zitromax ou o Azi, por exemplo.

    Coloco-me a sua inteira disposição para quaisquer novos esclarecimentos.

    Muito obrigado por entrar em contato com o suporte técnico Dentalis.

    Atenciosamente,
    Prof. Victor Hugo Cardoso

    ps: as posologias aqui indicadas estão referenciadas no Bulário da Anvisa.
  • 17/09/2012 Pergunta:
    Nome: Rosiney de Fatima Pereira de Sousa
    Como o analgesico dipirona passa pela membrana plasmatica

    17/09/2012 Resposta:
    Prezada Drª Rosiney,

    A Dipirona por via oral tem a sua absorção feita através do trato gastrointestinal, a exemplo de outros analgésicos, embora os derivados pirazolônicos possam também ser utilizados pelas vias intramuscular e venosa.

    A Dipirona tem o início do seu efeito analgésico observado num período médio de 30 minutos após administração oral. A partir desta constatação, pode-se assim considerar que é um f´rmaco com grande afinidade pela membrana celular da mucosa pelo tempo r´pido com que a sua absorção acontece.

    Níveis plasm´ticos são obtidos rapidamente dentro de poucas horas, sendo que 58% da droga se fixa às proteínas do plasma, com duração de efeito aproximadamente 4 a 6 horas, independentemente da via usada e sua biotransformação é hep´tica, sofrendo excreção renal.
    é importante ressaltar que o uso prolongado da Dipirona pode causar anemia hemolítica, agranulocitose e pode produzir ainda queda acentuada da pressão arterial.

    Alguns autores não consideram a ... Leia mais
  • 16/09/2012 Pergunta:
    Nome: Vania
    meu ortopedista receitou feldene, novalgina 1g tylex 30mg e pamelor e estou com uma forte alergia, desconfiu do tylex com a nogalgina. o que devo fazer?

    16/09/2012 Resposta:
    Prezada Dra Vania,

    A Novalgina (Dipirona) é uma droga com potente ação anti-inflamatória e analgésica. O Pamelor (Piroxicam) é um AINE (Anti-Inflamatório Não-Esteroidal) que também suprime inflamações e possui sensível efeito analgésico.

    O Tylex (Paracetamol + Codeína) apresenta uma pronunciada ação analgésica e é normalmente indicado para dores de intensidade média.

    O Pamelor (Nortriptilina) é um antidepressivo tricíclico também indicado para dores crônicas ou neuropatias periféricas.

    Estes medicamentos todos somados têm o potencial de gerar reações alérgicas como esta que você está enfrentando, e além disso a Codeína em combinação com o Nortriptilina pode causar tontura e dificuldades de concentração, não sendo recomendável a operação de máquinas ou mesmo dirigir automóveis durante o período de tratamento.

    Recomendo que você retorne imediatamente ao seu médico para que este reavalie a sua prescrição, ... Leia mais
  • 29/08/2012 Pergunta:
    Nome: Mayara
    tenho alergia a dipirona. Qual tipo de remedio para dor posso tomar , e trilax tem dipirona ? obrigada

    29/08/2012 Resposta:
    Prezada Drª Mayara,

    O Trilax apresenta na sua composição Cafeína, Carisoprodol, Diclofenaco sódico e Paracetamol.
    Se você não apresentou até hoje nenhum tipo de alergia ao Voltaren, Cataflan ou qualquer outro anti-inflamatório do mesmo grupo, poderia perfeitamente fazer uso do Trilax em substituição à Dipirona a qual você apresenta hipersensibilidade.

    Muito obrigado pelo seu contato com o suporte Dentalis.

    Eu me coloco a sua disposição para quaisquer outros esclarecimentos!

    Atenciosamente,

    Prof. Victor Hugo Cardoso
  • 24/08/2012 Pergunta:
    Nome: Jully.
    Para pacientes alérgicos a amoxicilina que apresentam quadro infeccioso mais grave, como um abscesso periapical, posso então utilizar a clindamicina 300mg. 1 cápsula a cada 6 horas. Por quantos dias??

    29/08/2012 Resposta:
    Prezada Jully,

    Os antibióticos são considerados elementos complementares em uma interevenção clínica para tratamento de um abscesso periapical agudo.
    Antes de tudo deve-se sempre procurar fazer a drenagem através do conduto radicular ou incisão.
    A indicação de uma terapia com antibióticos deve ser o mais objetiva possível e pelo tempo determinado afim de evitar casos de superinfecção e resistência bacteriana.
    Na grande maioria dos casos, as penicilinas ainda são os antibióticos de escolha, em particular a Amoxicilina. Caso haja histórico de alergia, recomenda-se optar pela Clindamicina ou
    Azitromicina, nas seguintes posologias de acordo com a literatura pesquisada:

    Clindamicina: 500 mg de 8 em 8 horas pelo período de 7 dias

    Azitromicina: 500 mg 1 vez ao dia, por 3 dias

    A indicação de Clindamicina para esta patologia encontra mais amparo na literatura do que a Azitromicina. No entanto, deve-se ficar atento ao uso da Clindamicina, especialmente em pacientes idosos, devido ao risco do desenvolvimento de colite pseudo-membranosa.

    Analgésicos recomendados:
    ... Leia mais
  • 16/08/2012 Pergunta:
    Nome: Maria Gilmara da Silva
    minha filha tem alergia a amoxicilina ela pode cefalexina

    17/08/2012 Resposta:
    Prezada Drª Maria Gilmara,

    Em resposta ao seu questionamento, posso lhe dizer que a Amoxacilina é um derivado semi-sintético da Penicilina. Se a criança apresenta sensibilidade a ela também apresentará a outros antibióticos do mesmo grupo como por exemplo a Ampicilina, Fenoximetil penicilina e Oxacilina.
    Também deve-se ter cuidado em relação às Cefalosporinas, pois elas tem uma estrutura química muito parecida (o anel beta-lactâmico) - como no caso da Cefalexina citado por você, pois o grupo das penicilinas, onde inclui-se também a Amoxicilina apresetam o mesmo mecanismo de ação, ou seja, inibem a formação da parede bacteriana.

    O ideal seria buscar uma outra familia de antibióticos, como os Macrolídeos, por exemplo: Azitromicina, Eritromicina, Claritromicina e Clindamicina.
    Existem também outras famílias como a das Quinolonas (derivados do Ácido nalidíxico), que tem como seus principais representantes o Ciprofloxacino e o Levofloxacino.
    A escolha vai variar conforme o tipo de infecção e as características próprias de cada um dos anti ... Leia mais
  • 21/06/2012 Pergunta:
    Nome: Tânia Cristina Pauli Conis
    ola vitor hugo, me chamo tania sou dentista e ultimamente ha uma pocura grande do medicamento pra parar de fumar o Bup é possível nós cirurgioes dentistas receitarmos esse medicamento com a finalidade de auxilio em tratamentos periodontais de fumantes cujo fator predominante da doenca esteja associada à nicotina ? aguardo sua atencao grata

    21/08/2012 Resposta:
    Prezada Dra Tânia Cristina Pauli Conis,

    Em relação ao seu questionamento enviado sobre a possibilidade do dentista vir a prescrever o medicamento Bup para pacientes em tratamento de doença periodontal e que sejam dependentes do cigarro, aqui vai a minha resposta.

    Bem, na realidade vou aqui expressar a minha opinião. O Bup é um medicamento à base de Bupropiona, um antidepressivo que atua no cérebro aumentando as concentrações de dopamina, bem como também o faz no caso da nicotina. Pelo fato deste fármaco estar associado a um risco maior do paciente vir a ter convulsões em decorrência da sua associação com o álcool e outras substâncias, e também devido ao risco aumentado de toxicidade com inibidores da MAO, entendo ser um tanto arriscado para o dentista vir a prescrevê-lo aos seus pacientes. No seu lugar, eu particulamente recomendaria ao paciente que procurasse um médico que pudesse então prescrever o tratamento mais adequado para dependência do fumo. Na grande maioria dos casos, o medicamento de forma isolada tem uma ação um tanto limitada e um acompanhamento psicológico é ... Leia mais
  • 18/06/2012 Pergunta:
    Nome: Marli Alves Teixeira
    Bom dia, gostaria de saber se a amoxilina pode ser tomada com Marivan?

    21/08/2012 Resposta:
    Prezada Dra Marli Alves Teixeira,

    De acordo com a base de dados do Micromedex 2.0 existe sim um risco grande de interação entre o antibiótico Amoxicilina e o anticoagulante Varfarina (Marevan). O uso associado destes dois fármacos pode aumentar muito o risco de sangramentos e por esta razão esta combinação é contra-indicada.

    Caso haja necessidade imperiosa de uso da Amoxicilina em um paciente usuário de Varfarina, seria aconselhável que o médico do paciente fosse consultado para realizar um ajuste da dose do anticoagulante durante o período de tratamento com a Amoxicilina.

    Agradeço muito a sua consulta e me coloco à vontade para novos esclarecimentos sempre que desejar.

    Muito obrigado.
    Att.
  • 25/04/2012 Pergunta:
    Nome: MILTON SABINO FERNANDES
    O que receitar para paciente alergico a Amoxicilina?

    26/04/2012 Resposta:
    Caro Dr. Milton, Em casos em que o paciente apresenta alergia à Amoxicilina, e portanto por extensão a todo o grupo dos derivados da Penicilina, recomenda-se a Clindamicina ou Azitromicina. No entanto, quando se trata do uso específico da Azitromicina para as infecções periapicais agudas, a literatura que ampara este tratamento, ainda é muito escassa. Há que se salientar também dos riscos de se prescrever a Cefalexina nestes casos, devido à possibilidade de reação cruzada. A Clindamicina, portanto, devido ao seu largo espectro de ação e resistência às betalactamases, e também pelo fato de ser ativa contra bactérias anaeróbias, estritas e facultativas, pode ser a melhor escolha neste caso. Riscos associados ao uso da Clindamicina Alguns autores salientam o risco do surgimento de colite pseudo-membranosa (crescimento de Clostridium difficile, que coloniza o cólon e causa infecção), que em muitos casos pode ser debilitante e mesmo fatal. É importante ressaltar que este efeito colateral pode acontecer com qualquer antibiótico e dificilmente ocorrerão nas doses usuais para infecções endodônticas, sendo mais comuns em pacientes hospitalizados, que recebem a medicação muitas vezes pela via endovenosa. Entretanto, deve-se ficar atento ... Leia mais
  • 02/04/2012 Pergunta:
    Nome: vanessa lameira
    Olá tudo bem Dr? Estou com uma dúvida entre os medicamentos paracetamol e dipirona. qual deles é absorvido mais rapidamente pela membrana plasmática? Depende do Log kow? Eu sei que dipirona pode ser ligar melhor a matéria orgânica do que paracetamol não é? é que estou realizando ensaios de ecotoxicidade com estes fármacos e ensaios com embriões de crustáceos...por isso que perguntei sobre a absorção dos fármacos, preciso explicar o pq da maior toxicidade de um dos fármacos. Obrigada Abs vanessa

    02/04/2012 Resposta:
    Vanessa, Considerando os aspectos clínicos, pode-se afirmar que os níveis plasmáticos máximos do paracetamol são atingidos em cerca de 30 minutos após sua ingestão. Ele é metabolizado pelo sistema enzimático dos microssomos hepáticos. O paracetamol pode ser excretado na urina, após conjugação hepática, com os ácidos glicurônico e sulfúrico. A meia-vida plasmática do paracetamol é de cerca de 2 horas. No caso da Dipirona, o início do efeito analgésico é verificado em cerca de 30 minutos após administração oral e o efeito antipirético dura entre 30 a 60 minutos. A partir desta constatação, pode-se assim considerar que ambos têm igual afinidade pela membrana celular da mucosa em razão do mesmo tempo de absorção que apresentam. Muito obrigado pelo envio da sua pergunta e pela sua participação.
  • 15/03/2012 Pergunta:
    Nome: cintia
    o meu marido esta precisando trocar tds os dentes gostoria de saber qts q sairia se ele trocasse so os de cima

    16/03/2012 Resposta:
    Recomendo que o seu marido procure agendar uma consulta com um implantondista, que é o profissional dentista especializado em implantes dentários e que poderá encontrar a melhor solução para o problema dele. Os custos financeiros do tratamento são muito variáveis e só podem ser estimados após a avaliação clínica do paciente. Obrigado pela sua participação!
  • 26/02/2012 Pergunta:
    Nome: Tulio Sergio Navarro Lins
    Estou fazendo um tratamento bioenergético a base de chá

    27/02/2012 Resposta:
    O tratamento com fitoterápicos através do emprego de chás é um importante elemento de suporte à terapia bioenergética. Além deste podem ser empregados outros meios de suplementares ao tratamento como a reeducação alimentar e a geoterapia. Muito obrigado pela sua participação!
  • 20/02/2012 Pergunta:
    Nome: Maria Vido
    Meu paciente foi medicado para cirurgia de 2 implantes com antibiotico e 2gr de betamatasona e trilax para dor.Liguei apos 4horas e o paciente estava sentindo um pouco de dor ,entao falei para ele complementar com dipirona.Nao seria melhor ja ter receitado um analgesico mais forte como o tylax que e indicado para dores mais intensas?

    24/02/2012 Resposta:
    Sim, na minha opinião teria sido melhor uma prescrição do Tylex no lugar do Trilax - uma associação de Cafeína, Carisoprodol, Diclofenaco sódico e Paracetamol e a Dipirona prescrita posteriormente. Aliás, não é nada aconselhável combinar Paracetamol e Dipirona no mesmo tratamento. Obrigado pela sua participação!
  • 20/02/2012 Pergunta:
    Nome: anadir
    perdi meus dentes cedo.e gostaria de saber o custo de todos os dentes

    24/02/2012 Resposta:
    Esta resposta lhe poderá ser dada apenas por um implantodontista.
  • 17/01/2012 Pergunta:
    Nome: Victor
    Olá, Uma acadêmica de odontologia me procurou querendo saber mais sobre a síndrone obstrutiva do sono, quanto a como orientar o paciente, o que fazer..., comentei sobre algumas matérias que você nos tem enviado, inclusive achei interessante essa última que Sr. enviou sobre, falando da anestesia no palato (só que inadivertidamente deletei), gostaria de saber se poderia enviar para mim, novamente. E, se tiver mais algum material a mais, seria ótimo. Obrigado. atenciosamente.

    14/02/2012 Resposta:
    Obrigado pelo seu contato e interesse no tema da síndrome obstrutiva do sono.

      Segue logo abaixo a matéria que enviei nos últimos dias ao fórum Dentalis e também uma outra versando sobre o mesmo tema.
    Estou trabalhando em um novo artigo sobre o mesmo assunto, mas com uma abordagem diferente e que em breve estará disponível em uma das newsletter semanais do Dentalis.
    Entre em contato conosco sempre que desejar.
    Uma ótima tarde pra você.
    Um abraço, Prof. Victor Hugo Cardoso
    Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia
    11 3168 9274
    ________________________________________
    Pesquisadores da USP desenvolvem uma injeção que combate o ronco Pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP buscam uma nova opção para quem ronca: uma injeção que, aplicada no céu da boca, diminui o ruído causado pela passagem de ar.
    O estudo, que deve ser concluído no ano que vem, avaliará o efeito da técnica em quase 50 pacientes --18 já receberam a injeção.
    Os resultados iniciais ... Leia mais
  • 17/01/2012 Pergunta:
    Nome: Victor
    Olá! Como sempre, seus artigos são maravilhosos. Decidi lhe escrever para pedir uma luz no final do túnel. Tenho um paciente que fez cirurgia bariátrica a cerca de 2 anos. Sempre foi difícil controlar seu índice de cáries, mas nos últimos meses está impossível. Chegou ao ponto de não conseguir realizar uma restauração em resina na última consulta, pois não consegui adesão, tal o nível de desmineralização dos dentes. A sensação que tenho é de estar tratando um paciente com cárie rampante! Ele tem ingerido muito refrigerante (quando essas cirurgias virão associadas a tratamento psicoterápico? Ele continua pensando como gordo...) e foi a única coisa que consegui descobrir na dieta dele... Indiquei o uso do novo creme dental da Colgate (que tem maior concentração de flúor) e bochechos com flúor (neutro) após as escovações. Enquanto isso, vou pensando no que fazer. Ordenei (!!!!!!!!) que suspendesse o refrigerante, antes que seus dentes "derretessem". Espero ter colocado pânico nele... Poderia me dizer se pode haver alguma relação com a cirurgia?

    14/02/2012 Resposta:
    Muito obrigado pelo seu contato.

    De fato, pacientes submetidos à cirurgia bariátrica têm apresentado um quadro de maior incidência de cárie dental.
    Segundo um trabalho recente publicado no âmbito da Clínica do Aparelho Digestivo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCUSP), as hipóteses que explicam esta maior incidência de problemas seriam a alteração do pH salivar, que diminui a capacidade tampão da saliva; refluxo gastroe­sofágico; vômitos frequentes; diminuição da secreção gástrica e redução da saliva e diminuição de absorção de nutrientes.
    Existe também um aumento do bruxismo, problema este que pode ser uma manifestação de tensão ou agressividade do paciente.
    Espero que estas informações possam de alguma forma ajudá-la no atendimento de seu paciente.

    Um abraço, Prof. Victor Hugo Cardoso
    Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia
    11 3168 9274
  • 17/01/2012 Pergunta:
    Nome: Victor
    Olá, Vc saberia me dizer se um paciente que toma anticoagulante (Marevan - acho que assim que se escreve...) poderia tomar Tylex 30mg? No caso o anticoagulante é para tratamento de um coágulo em uma veia na cabeça... Obrigado.

    14/02/2012 Resposta:
    A literatura indica o paracetamol como analgésico de escolha para pacientes em terapia com anticoagulantes como o Marevan®, composto por Varfarina.

    Considerando que o Tylex® é uma associação de Paracetamol + Codeína e que esta última também não interfere na ação da Varfarina, considero seguro a associação desses dois medicamentos.

    Fique à vontade para novos questionamentos.
    Muito obrigado pelo seu contato.

    Um abraço, Prof. Victor Hugo Cardoso
    Colaborador Clube Dentalis Dentalis Software a sua melhor escolha em software para odontologia
    11 3168 9274
DC2 - Tecnologia Avenida Queirós Filho, 1700 - Sala 307 - Torre D - Vila Leopoldina - São Paulo/SP - Cep: 05319-000
Tel: 11 3168-9274 / 3641-8389