cuidados

Implantes dentários: quais perigos podem esconder? Este é novidade…

Implantes dentários: quais perigos podem esconder? Este é novidade…

Afinal pode existir um responsável ‘oculto’ pelos casos de osseointegração incompleta nos implantes dentários e de perda óssea. A presença de resíduos em embalagens de implantes dentários que deveriam estar estéreis pode estar por trás de alguns casos de insucesso nos implantes dentários.

Com recurso a três análises consecutivas por via de SEM (microscopia eletrônica de varredura), um grupo de pesquisadores analisou mais de 200 embalagens de implantes dentários desde 2007. A comparação entre os dados mais antigos e aqueles mais recentes revelaram que nos últimos anos houve um crescimento no número de embalagens de implantes dentários estéreis que possuíam na verdade alguns contaminantes. E se isso acontece, como é que se pode garantir que os implantes dentários, e o paciente, não são afetados por estas impurezas?

Esta questão foi colocada em março deste ano durante o International Dental Show (IDS), que decorreu na Alemanha, onde se apresentou a CleanImplant Foundation, uma organização cujo objetivo é criar um critério de avaliação para implantes dentários limpos – o Trusted Quality Mark.

Cinco passos

Através de uma abordagem com cinco passos, esta organização quer atribuir uma certificação que garanta que os implantes dentários são limpos e livres de resíduos, uma meta que, de acordo com a organização sem fins lucrativos, é tecnicamente possível.

Mais detalhes sobre esta iniciativa podem ser obtidos aqui.

Posted by Victor in Dicas, Estudos, 0 comments
Entidades da Espanha publicam guia de higiene bucal para pessoas com diabetes

Entidades da Espanha publicam guia de higiene bucal para pessoas com diabetes

chamada sobre diabetesA Sociedade Espanhola de Periodontologia e Osseointegração (SEPA) e a Sociedade Espanhola de Diabetes (SED) publicaram recentemente o guia ‘Cuida de tus encías, controla tu diabetes: información para la higienista dental’ ou “Cuidar de suas gengivas, controlar o diabetes: Informação para o higienista dental”. Trata-se de um documento que pretende ajudar os higienistas orais e dentistas a tratar de pessoas com diabetes, uma doença que tem influência direta na saúde bucal.

De acordo com este grupo de trabalho, as consultas no ambiente odontológico são o lugar ideal para detectar pacientes mais suscetíveis ao desenvolvimento do diabetes. Nesse sentido, o documento pretende promover a prevenção da doença através da detecção precoce e de tratamentos nas gengivas que possibilitem evitar prejuízos à saúde em geral do paciente.

O guia pode ser consultado aqui.

Dentalis software – a escolha certa em software para odontologia

Posted by Victor in Estudos, 0 comments