A relação do estresse com a saúde bucal

mulher estressada
Nestes tempos de dificuldades econômicas, em que a taxa de desemprego vem atingindo níveis muito altos, muitos brasileiros estão sob estresse devido à ansiedade e a problemas de ordem financeira. 
Não tratado, o estresse pode afetar a mente e o corpo, inclusive a saúde bucal.
 
O estresse é definido como uma resposta fisiológica do corpo a situações ou problemas que podem afetar negativamente a atitude ou o organismo de uma pessoa. O estresse é dividido em quatro categorias: eustresse, distresse, hipoestresse e hiperestresse.
 
   * O eustresse é uma forma de estresse positivo. É um estresse motivador e permite que a pessoa conclua seu projeto ou trabalho.
   * O distresse é um estresse negativo que afeta as pessoas através do medo, frustração e, por vezes, raiva.
   * O hipostresse ocorre quando alguém não está sob estresse positivo e pode dar origem a mais problemas, produzindo tédio e desespero.
   * O hiperstresse é o resultado do estresse quando alguém esforça-se em demasia para cumprir prazos.
 
Quando o estresse ocorre, mais pessoas são afetadas por hábitos pouco saudáveis ou negativos que podem influenciar sua saúde bucal, tais como o uso do tabaco e ou álcool, como afirmou o cirurgião-dentista Dr. David Cochran, PhD, Presidente da Academia Americana de Periodontologia e professor titular do Departamento de Periodontologia do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas em San Antonio. Os fatores de risco – tabaco e álcool – podem influenciar o desenvolvimento das doenças periodontais.
 
Um estudo publicado no Journal of Periodontology em 2007 mostrou que o estresse interfere na higiene bucal. Cinquenta e seis por cento dos participantes do estudo afirmaram que o estresse havia afetado sua capacidade de escovar os dentes e usar fio dental. Além disso, o hormônio cortisol, que está presente no estresse, acumula-se em níveis crescentes e pode levar à doença periodontal.

 

O estresse pode afetar a saúde das pessoas, causando os seguintes problemas bucais:

 
   * Surgimento de aftas – Aftas são pequenas feridas na boca causadas por vírus, bactéria e deficiência do sistema imunológico.
   * ATM/Bruxismo – As pessoas sob estresse podem ter problemas que afetam a articulação temporomandibular, assim como o ranger e apertar os dentes durante o dia ou quando dormem.
   * Boca seca – O estresse pode afetar o nível de salivação. Certos medicamentos podem ter influência sobre o fluxo salivar.
   * Gengivite – Vários estudos mostram que o estresse pode afetar a capacidade de a pessoa realizar uma boa higiene bucal.
 
Estes são alguns dos problemas que podem ocorrer quando o estresse está presente.  Tentar aliviar a tensão ingerindo uma dieta nutritiva, dormindo o número de horas necessário à noite e exercitando-se para reduzir a ansiedade decorrentes do dia a dia são medidas simples que podem ser aconselhadas aos pacientes estressados que buscam atendimento odon

2 comments

domain server

Uma boa matéria, para ser catalogada, por se tratar de novos conhecimento no meio odontológico.

web hosting ip

Caro Francisco,
Muito obrigado por nos fazer saber da sua satisfação com esta matéria.
Sua participação bem como seus comentários são muito bem vindos aqui no blog do Dentalis.

Abraço!

Deixe uma resposta