Bebidas doces podem aumentar o risco de morte

bebidas doces

Bebidas doces fazem mal à saúde. Esse é um alerta que dentistas e médicos fazem para seus pacientes há muito tempo. Também há muitos anos que esses profissionais recomendam que seus pacientes limitem ao mínimo possível o consumo de bebidas doces. Aqui no blog Dentalis já postamos um artigo alertando para os riscos do consumo em excesso de bebidas doces.
Um novo estudo deu muitas razões para dizer reafirma um não ao açúcar.

Uma nova pesquisa agora associa o consumo de bebidas doces a um risco aumentado de morte por causas variadas.

O estudo

O estudo envolveu um total de mais de 450.000 pessoas na Europa. Mostrou que aqueles que tomavam dois ou mais refrigerantes por dia corriam um risco maior de morte por doenças cardíacas, intestinais e derrames.

Neste estudo os pesquisadores pesquisaram o consumo de refrigerantes do Reino Unido, França e Espanha.

Os resultados indicam que uma dieta repleta de açúcar é extremamente prejudicial ao nosso bem-estar.
No Reino Unido, por exemplo, Observa-se uma das maiores taxas de consumo de açúcar do mundo.
O Brasil certamente apresenta valores semelhantes ou até quem sabe maiores.

Este estudo nos alerta para a gravidade da questão que chega a ser assustadora. Ou seja, que quantidades demasiadas de açúcar podem ser extremamente prejudiciais a nossa saúde.

O açúcar adicionado é o principal culpado quando se trata de várias doenças crônicas importantes. Aí podemos incluir as cáries, o diabetes e doenças cardíacas.
O preço cobrado é altíssimo e simplesmente não pode ser ignorado. É preciso fazer mais para reduzir o consumo de açúcar e incentivar alternativas mais saudáveis.

A cárie dentária na infância e a obesidade são duas questões comuns na Europa e Brasil. Em grande parte decorrentes do consumo de de altos níveis de açúcar.

Bebidas doces, açúcar e problemas de saúde

O estudo, publicado na JAMA Internal Medicine, descobriu que as bebidas doces estavam associados a mortes por doenças digestivas, como doenças intestinais.
Os refrigerantes adoçados artificialmente ou ‘diet‘ estavam fortemente ligados a mortes por doenças circulatórias, como doenças cardíacas e derrames.

Escovar os dentes regularmente com creme dental com flúor, é um aspecto fundamental da boa saúde bucal. Por outro lado não pode impedir a ocorrências de cáries dentárias causadas pelo consumo excessivo de açúcar.

O importante é os pais realizarem trocas simples na alimentação de seus filhos todos os dias. Assim, levar as crianças a consumir versões mais saudáveis de alimentos e bebidas já é um primeiro e grande passo. Isso já poderá de forma simples reduzir significativamente a ingestão de açúcar.

Cuidar de nós mesmos é observar nossa alimentação de cada dia. Alimentar-se com qualidade significa criar novos hábitos saudáveis, deixando para trás comidas e bebidas que podem ser fontes de doenças.

Imposto sobre o açúcar

No Reino Unido já existe o imposto sobre o açúcar. Representa uma intervenção do governo na busca da redução da quantidade de açúcar nas prateleiras dos supermercados e dos lares britânicos.
Dentre os próximos passos, eles pretendem tornar alimentos mais saudáveis mais baratos nas gôndolas dos supermercados.

Interessante será observar o impacto que tais medidas terão sobre a qualidade e expectativa de vida dessas populações nos próximos anos.

Fonte: JAMA

Deixe uma resposta