Como interromper a boca seca causada pelo Diabetes

boca seca

463 milhões de pessoas no mundo têm diabetes, de acordo com a International Diabetes Foundation.

Sabe-se que o diabetes aumenta o risco de certos problemas de saúde bucal, como boca seca, por exemplo.

Boca seca é muito mais do que um aborrecimento que pode dificultar um pouco a fala às vezes.

É um problema que aumenta o risco de cáries e facilita o desenvolvimento de infecções por fungos.

É importante que as pessoas com diabetes aprendam a gerenciar os sintomas de boca seca.
Isso irá lhes garantir melhor saúde bucal e qualidade de vida.

Felizmente, existem maneiras eficazes de aliviar ou eliminar a boca seca.

Por que alguns diabéticos sofrem com boca seca?

A boca seca também é conhecida tecnicamente como xerostomia.
Acredita-se que os diabéticos tendem a secar a boca devido aos altos níveis de glicose no sangue.

Outra questão é o fato de os diabéticos produzirem menos saliva do que a maioria dos não-diabéticos. Isso de acordo com um estudo publicado no Journal of Periodontology.

Problemas de xerostomia podem afetar indivíduos com ambas as formas de diabetes (Tipo 1 e Tipo 2).
Embora nem todas as pessoas com diabetes desenvolvem problemas de boca seca, é uma condição bem comum.

Quais são os sintomas relacionados à boca seca?

Problemas de xerostomia são um tanto comuns em diabéticos, porém não exclusivos deles apenas.
Dentre os sintomas característicos dessa condição são a percepção de uma boca “pegajosa”, mau hálito, feridas na boca e lábios rachados (especialmente nos cantos) e garganta seca.

Além disso, falar pode se tornar difícil. Alguns indivíduos com boca seca têm sede excessiva.

Outros sintomas a serem observados são dor de garganta, voz rouca e língua seca e inflamada.
Alguns desses sintomas ou a maioria deles podem se manifestar.

Boca seca – Tratamento

Os diabéticos estão acostumados a terem acesso a tratamentos que mantêm ou melhoram sua saúde.

Por exemplo, pessoas com diabetes podem usar meias de compressão que aliviam problemas de saúde, como inchaço e desconforto devido a trombose venosa profunda.

Muitas fazem uso de medicamentos de uso oral ou injeções de insulina para regular seus níveis sanguíneos.

Muitos também seguem dietas especiais que os ajudam na melhora da sua condição.

Quando se trata de boca seca, opções de tratamento também estão disponíveis.

Beber bastante água pura pode ser muito útil.

Pode usar colutórios, balas e gomas sem açúcar, a fim de estimular a produção de saliva.

Evitar álcool, produtos de tabaco e cafeína é aconselhável, pois eles podem agravar a condição da xerostomia.
Como se pode ver, algumas mudanças simples no estilo de vida muitas vezes já são suficientes para minimizar ou eliminar o problema.

Atendimento odontológico e médico adequados também são importantes

Consultar seu dentista ao menos duas vezes ao ano para exames e limpeza é essencial.

Alguns pacientes, no entanto, irão necessitar de uma atenção e cuidado ainda maiores por parte de seus dentistas.

Outra dica inteligente é conversar com seu médico sobre quaisquer medicamentos que você estiver fazendo uso.

Isso por que alguns medicamentos prescritos para diabéticos podem desencadear efeitos colaterais, incluindo boca seca.

É possível que seu médico possa ajustar sua medicação para tentar aliviar esse sintoma. Você poderá encontrar mais dicas de como tratar a condição da boca seca neste outro artigo aqui do blog Dentalis.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware,  no Face @Dentalis.Software e no Twitter @Dentalisnet

Fonte: Dental News

Deixe uma resposta