Como prevenir as cavidades sem depender apenas do flúor

Em primeiro lugar, cavidades devem ser tratadas por um dentista.

No entanto, vários remédios caseiros podem fortalecer o esmalte dentário no estágio pré-cavidade. Esse processo é conhecido como remineralização e impede a formação de uma cavidade.

Escovar os dentes duas vezes ao dia com creme dental com flúor é uma forma testada e eficiente de remineralizar o esmalte dentário e prevenir cáries.

Os resultados de um estudo de 2014 indicam que o creme dental com alto teor de flúor fortalece significativamente o esmalte; dando aos dentes a proteção de que precisam para combater a deterioração.

No entanto, algumas pessoas preferem usar remédios caseiros naturais, em vez de produtos que contenham flúor. Alguns desses remédios incluem:

1. Oil pulling

A técnica do Oil pulling originou-se em um antigo sistema de medicina alternativa chamado Ayurveda. A terapia é muito simples: basta pegar uma colher (sopa) de um óleo da preferência do usuário (oliva, coco, gergelim ou girassol) e bochechar por toda a boca por 15 minutos, em seguida cuspindo-o fora.

Embora algumas alegações sobre o Oil pulling não sejam cientificamente apoiadas, pesquisas indicam que ela pode melhorar a saúde bucal. Um estudo de 2009 descobriu que o uso de óleo de gergelim na forma preconizada pela técnica reduziu a quantidade de placa bacteriana e bactérias na mesma medida que o enxaguatório bucal industrializado.

Se o Oil pulling reduz a placa, isso pode ajudar a remineralizar o esmalte e evitar cáries. Mais estudos são necessários para confirmar esses efeitos.

2. Aloé vera

Gel dental com aloé vera pode ajudar a combater bactérias que causam cáries. O efeito antibacteriano deste gel elimina bactérias nocivas na boca, de acordo com uma revisão de 2015.

Embora mais pesquisas sejam necessárias, o gel de aloe vera pode ajudar a remineralizar o esmalte no estágio pré-cavidade.

3. Evitar Ácido fítico

O Ácido fítico pode danificar o esmalte dos dentes, e alguns acreditam que eliminá-lo fda dieta pode prevenir cavidades e cáries.

Um estudo da década de 1930 ligou o surgimento de cavidades a uma dieta rica em ácido fítico. No entanto, há uma falta de evidências recentes para apoiar isso.

Um estudo de 2004 descobriu que o ácido fítico afetou a absorção de minerais dos alimentos. Alguns artigos on-line usam este estudo para tirar conclusões adicionais. Eles sugerem que o ácido fítico também pode quebrar minerais no esmalte e levar à cárie dentária. Vale a pena notar que o referido estudo envolveu menos de 20 participantes, no entanto.

O ácido fítico é mais comumente encontrado em cereais e leguminosas, incluindo os seguintes:

  • milho
  • trigo
  • arroz
  • centeio
  • feijão
  • feijão branco
  • feijão carioca
  • favas

Mais pesquisas são necessárias para determinar se o ácido fítico pode de fato afetar os minerais no esmalte dentário.

4. Vitamina D

Uma revisão de 2013 concluiu que os suplementos de vitamina D ajudaram a reduzir significativamente a incidência de cáries dentárias.

A vitamina D pode ter um efeito mineralizante, o que ajuda a fortalecer o esmalte dos dentes.

5.Evitar alimentos e bebidas açucaradas

O consumo de açúcar está entre as principais causas de cáries. O açúcar mistura-se com bactérias na boca e forma um ácido que desgasta o esmalte dos dentes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que as pessoas consumam menos alimentos e bebidas açucarados de forma a evitar cáries. A nota dessa revisão é de 2016.

6. Consumir raiz de alcaçuz

A raiz de alcaçuz possui propriedades antibacterianas, o que pode ajudar no tratamento das cavidades.
As propriedades antibacterianas da raiz de alcaçuz podem ter como alvo as bactérias que causam cáries, de acordo com um estudo de 2011.

Um pequeno estudo do mesmo ano sugeriu que um alimento contendo extrato de alcaçuz pode ajudar a prevenir cáries.

No entanto, mais pesquisas são necessárias para que se possa recomendar o alcaçuz como forma de prevenção de cavidades e cáries.

7. Goma de mascar sem açúcar

Os resultados de um estudo de 2015 indicam que mastigar gomas sem açúcar após as refeições reduziu os níveis de bactérias que danificam o esmalte.

Ter menos desta bactéria pode levar a um esmalte mais forte, melhor equipado para suportar a deterioração.

8. Consultar um dentista: Fundamental

Os remédios caseiros podem reduzir o risco de cavidades ou reverter o dano ao esmalte no estágio pré-cavidade.

Esses remédios devem ser usados juntamente com técnicas recomendadas pelo dentista, como escovação, preferencialmente com creme dental com flúor.

Nem todas as cavidades causam dor, por isso é essencial lembrar aos pacientes da importância de se consultar um dentista regularmente.

Somente os dentistas podem detectar cavidades em um estágio inicial e recomendar ações preventivas. Eles também podem implementar medidas adicionais, como o preenchimento de cavidades.

Dentalis Software – a sua melhor escolha em software para odontologia

Deixe uma resposta