Diferenças entre homens e mulheres quando o assunto é câncer

Um novo estudo de base populacional (240.801 homens e 173.773 mulheres, com idades entre 15 e 99 anos), mostrou que os homens têm uma desvantagem de sobrevivência em relação às mulheres em 11 dos 25 tipos de câncer pesquisados. Isto mesmo levando em conta que a pesquisa excluiu cânceres específicos de sexo, como de mama e próstata, cânceres notificados apenas por autópsia e câncer de pele não-melanoma.

As diferenças entre os sexos foram geralmente maiores para pessoas diagnosticadas em idades mais jovens.

Sobrevida

A sobrevida líquida de cinco anos após o diagnóstico para os 25 tipos de câncer combinados foi menor para os homens do que para as mulheres, com um excesso de mortalidade 13% maior para os homens em comparação com as mulheres.

Câncer pior para os homens

“A desvantagem de sobrevivência para os homens foi significativa em 11 tipos de câncer: cabeça e pescoço, esôfago, cólon/reto, pâncreas, pulmão, osso, melanoma, mesotelioma, rim, tireoide e linfoma não-Hodgkin.

“Em contraste, as mulheres tiveram prognóstico pior do que os homens para câncer de bexiga, pelve renal e uretra. As diferenças sexuais na sobrevida do câncer diminuíram desde 1982 para câncer colorretal e pancreático, a ponto de não serem mais aparentes. Por outro lado, para o câncer de pulmão, a desvantagem de sobrevivência masculina é pior hoje do que anteriormente,” escrevem os pesquisadores em seu artigo, publicado na revista Cancer Causes & Control.

Nina Afshar e seus colegas da Universidade de Melbourne (Austrália) defendem pesquisas direcionadas para identificar razões para essas disparidades.

“Identificar e compreender os complexos mecanismos por trás das diferenças sexuais na sobrevivência do câncer ajudará a estabelecer intervenções eficazes para reduzir as desigualdades e melhorar os resultados do câncer para homens e mulheres,” disse Nina.

Deixe uma resposta