Dor em vários dentes ao mesmo tempo – qual pode ser a causa?

dor em vários dentes ao mesmo tempo

A dor em vários dentes ao mesmo tempo também pode ser acompanhada de dor em outras partes da boca, como gengivas e mandíbula.

Existem fatores e condições que podem ser os causadores da dor em em vários dentes ao mesmo tempo. Em alguns casos, uma dessas condições pode levar a outra.

Este artigo descreve as possíveis causas da dor em vários dentes ao mesmo tempo. Também fornece conselhos sobre quando procurar tratamento especializado.

Doença gengival e a relação com a dor em vários dentes ao mesmo tempo

A doença gengival afeta cerca de 47% dos adultos acima de 30 anos e cerca de 70% dos adultos acima de 65 anos. São dados estatísticos dos EUA.

Existem dois estágios da doença gengival: gengivite e periodontite.

A gengivite é o estágio inicial da doença gengival.
Indivíduos com gengivite podem ter gengivas vermelhas, inchadas ou sangrando.

A periodontite é a fase posterior da doença gengival. Durante a periodontite as gengivas começam a se afastar dos dentes. A gengivite não tratada pode levar à periodontite.

Alguns sinais e sintomas potenciais de uma periodontite em curso:

  • Mau hálito;
  • Dentes sensíveis ao calor e/ou ou frio;
  • Infecções na gengiva;
  • Abscessos dentários;
  • Dor nos dentes ou mandíbula;
  • Perda óssea abaixo das gengivas;
  • Dentes soltos ou ausentes;
  • Mudança na forma como os dentes se juntam (mordida);

Tratamento

O tratamento da gengivite envolve a prática de uma boa higiene bucal. E também a consulta ao dentista para limpezas dentárias regulares.
Essas medidas ajudam a reduzir as bactérias responsáveis por causar doenças gengivais.

Em geral, a periodontite requer tratamento mais extenso.
Dependendo da sua gravidade, as opções do tratamento podem incluir:

  • Medicamentos orais ou tópicos, para tratar a inflamação da gengiva;
  • Antibióticos, para tratar infecções nas gengivas e abscessos dentários;
  • Limpeza profunda das superfícies da raiz do dente abaixo da linha da gengiva;
  • Cirurgia corretiva das gengivas;
  • Extração dental.

Esmalte de dente fraco

Os dentes apresentam uma camada externa endurecida chamada esmalte. E também uma camada interna mais macia, chamada dentina.

A dentina é composta de pequenos túbulos, que se conectam aos nervos dentro do dente.
O esmalte dentário fraco ou desgastado expõe esses túbulos. Isso possibilita que o calor e o frio atinjam os nervos. O resultado é a sensibilização que se traduz em dor no dente afetado.

A sensibilidade dentária costuma ocorrer quando uma pessoa escova os dentes ou os expõe a alimentos ou líquidos quentes ou frios.
A dor pode ser repentina e aguda.
No entanto, algumas pessoas experimentam a dor em vários dentes ao mesmo tempo e a sensibilidade dos dentes pode a principal causa.

Tratamento

Se não houver sinais de cárie dentária, o dentista pode sugerir o uso de um creme dental dessensibilizante. O dentista também pode aplicar um gel de flúor ou um agente dessensibilizante nos dentes afetados para ajudar a proteger o esmalte dos dentes.

Se houver sinais de deterioração, será necessário tratamento adicional.

Cáries ou abscessos dentários

Uma cavidade dental é um orifício que se desenvolve na superfície do esmalte de um dente.
As cáries não tratadas podem se tornar maiores, estendendo-se para as estruturas mais profundas e possivelmente para a polpa ou nervo do dente.
Isso pode causar dor que pode irradiar para outros dentes ou subir a mandíbula.
Daí pode surgir a sensação de dor em vários dentes ao mesmo tempo.

Em alguns casos, uma cárie dentária pode resultar em abscesso dentário. Este é uma bolsa de infecção que pode se formar dentro de um dente ou profundamente dentro da gengiva.

Alguns possíveis sintomas de um abscesso dentário são:

  • Gengivas vermelhas ou inchadas;
  • Dor súbita ou intensa nas gengivas, dentes ou mandíbula;
  • Dor ao morder ou mastigar;
  • Inchaço no rosto ou bochechas;
  • Febre.

Tratamento

Para tratar cáries dentárias, o dentista precisará perfurar a cavidade e preencher o dente.
Uma cárie em estágio avançado poderá precisar de um tratamento de canal. Tem casos em que a extração dentária pode ser recomendada.

Uma pessoa com abscesso associado a inflamação e febre precisará de antibióticos para tratar a infecção.

Em casos raros, a infecção bacteriana de um abscesso não tratado pode se espalhar para para outras áreas do corpo através do sangue.
Por esse motivo, as pessoas que suspeitam ter um abscesso dentário devem procurar tratamento odontológico imediatamente.

Rangendo dentes – Bruxismo

O termo científico para ranger os dentes é bruxismo.
É um hábito que geralmente ocorre como resultado de estresse ou ansiedade.
Pessoas que rangem ou cerram os dentes tendem a fazê-lo durante o sono.

Rangendo, ou “bruxando”, os dentes desgasta o esmalte dos dentes.
Também pode danificar ou quebrar os dentes. Isso pode também ser uma das causas da sensação de dor em vários dentes ao mesmo tempo.

Pessoas que rangem ou cerram os dentes também podem apresentar os seguintes sintomas:

  • Dor de cabeça;
  • Dor na mandíbula ou no ouvido, especialmente pela manhã;
  • Tensão nos músculos faciais ou do pescoço;
  • Músculos da mandíbula aumentados.

Tratamento

Para prevenir o bruxismo durante o sono, o uso de um protetor bucal à noite é altamente recomendável.
Isso evita que os dentes da arcada superior e inferior entrem em contato um com o outro.

Existem outros tratamentos que também podem ser benéficos para pessoas que rangem os dentes devido ao estresse ou ansiedade:

  • Prática de Yoga;
  • Exercícios respiratórios;
  • Meditação;
  • Massagem.

Pessoas que rangem os dentes há muito tempo podem precisar de um extenso trabalho odontológico. Isso porque os danos ocasionados podem ser expressivos.

Síndrome da articulação temporomandibular

A síndrome da articulação temporomandibular (ATM) é uma condição músculo esquelética que afeta a ATM da mandíbula. Essa articulação conecta a mandíbula inferior ao crânio.

Pessoas com síndrome da ATM podem sentir dor súbita ou intensa na mandíbula, ouvido ou têmporas.
Essa condição pode ocasionar dor em vários dentes ao mesmo tempo.

Sintomas da síndrome da articulação temporomandibular:

  • Dificuldade em mover a mandíbula;
  • Percepção do som de estalos ao abrir ou fechar a boca;
  • Desalinhamento da mandíbula;
  • Dores de cabeça ou episódios de enxaqueca;
  • Edema facial.

Fatores e condições podem aumentar o risco de síndrome da ATM:

  • Ranger de dentes;
  • Dentes desalinhados;
  • Artrite;
  • Luxação da mandíbula;
  • Lesão facial.

Tratamento

O tratamento da síndrome da ATM depende da identificação de suas causas.
Algumas opções de tratamento em potencial podem incluir:

  • Prescrição pelo dentista de anti-inflamatórios não esteroidais;
  • Exercícios para aumentar a resistência da mandíbula;
  • Uso de protetor bucal;
  • Aplicação de compressas quentes ou frias;
  • Terapia de estimulação elétrica nervosa transcutânea;
  • Acupuntura;
  • Prescrição de corticosteroides;
  • Cirurgia da mandíbula, em caso de sintomas forem graves.

Apinhamento dental e má oclusão

Dentes apinhados podem pressionar um ao outro. Isso pode resultar em dor.
Eles também podem causar desalinhamento da mandíbula quando a boca está fechada.
Na odontologia chamamos isso de má oclusão.

Dentes apinhados e má oclusão podem causar sensações de pressão e dor em uma ou mais áreas da boca.
Em alguns casos, todos os dentes podem acabar expressando dor.

Alguns outros sintomas potenciais associados a dentes apinhados:

  • dentes tortos ou sobrepostos;
  • dor na parte de trás da boca, na direção dos dentes do siso para a frente;
  • alterações nos dentes ou na forma da mordida ao longo do tempo.

Tratamento

Além de causar dor, dentes apinhados também podem abrigar bactérias. Isso aumenta o risco de cáries e outros problemas de saúde bucal.

Para prevenir ou tratar esses problemas, o dentista pode sugerir um ou mais dos seguintes procedimentos:

  • Remoção de um ou mais dentes, para criar espaço na boca;
  • Usando um retentor ou aparelho fixo, para realinhar os dentes;
  • Cirurgia de realinhamento da mandíbula, para tratar a má oclusão.

Sinusite

Sinusite é o termo médico para inflamação dos seios da face.
Os seios nasais são as pequenas cavidades cheias de ar que ficam atrás das maçãs do rosto e da testa.

Sinusite pode causar pressão súbita e dor na mandíbula. Isso pode irradiar para os dentes.

Outras áreas que podem apresentar sensibilidade e dor:

  • Testa;
  • Área dos olhos;
  • Bochechas.

Alguns outros sintomas indicativos de sinusite:

  • Congestão sinusal;
  • Secreção nasal verde ou amarela;
  • Mau hálito;
  • Febre de 38ºC ou mais elevada.

Tratamento

A maioria dos casos de sinusite apresenta melhora em 2 a 3 semanas.

Durante esse período, o paciente pode fazer uso do seguinte:

  • Medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios não esteroidais;
  • Descongestionante nasal;
  • Compressas quentes.

Caso os sintomas persistam ou em caso de dor for intensa, deve-se procurar um médico. Caso a sinusite seja o resultado de uma infecção bacteriana, antibióticos serão necessários para o tratamento.

Em alguns casos a prescrição de gotas nasais de corticosteroides para tratar a inflamação do seio é recomendável.

Quando procurar um dentista de emergência

A dor no dente pode ocorrer por várias razões. No entanto, não é possível diagnosticar a causa com base apenas nos sintomas de dor.
Portanto, o indivíduo deve consultar o dentista  na presença de qualquer tipo de dor de dente.

Alguns tipos de dor de dente indicam a necessidade de tratamento imediato.
Por exemplo, qualquer pessoa que sinta algum sintoma de abscesso dentário deve marcar uma consulta odontológica de emergência.

Em casos raros, infecções de abscessos dentários não tratados podem se espalhar para outras áreas do corpo.
O que pode resultar em sérias complicações de saúde.

Resumindo

Existem muitas causas potenciais que podem levar a dor em vários dentes ao mesmo tempo.
Tratamentos caseiros, como géis analgésicos, compressas quentes e analgésicos, podem aliviar temporariamente a dor de dente.

No entanto, esses tratamentos não abordarão a causa subjacente da dor no dente.

Pessoas que experimentam qualquer tipo de dor de dente devem procurar um dentista para diagnóstico e tratamento adequados.
Consultar um dentista o mais breve possível pode ajudar a evitar que problemas de saúde se tornem ainda mais graves.

A dor é um dos sintomas que mais atormentam o ser humano. Existem para o seu tratamento medicamentos convencionais e outros ainda em desenvolvimento. Porém, o tratamento da causa ou causas básicas é e sempre o melhor caminho para resolução do problema.

Fontes: Nature, Science Direct, NCBI, Sage Journals, NHS, CDC

Deixe uma resposta