Estudante de Odontologia desenvolve placa dental artificial

Como parte de um projeto de pesquisa, uma estudante de odontologia da Alemanha desenvolveu uma nova fórmula para sintetizar a placa dental, o que poderia facilitar de modo significativo a pesquisa de biofilme bucal no futuro. Sendo a primeira aluna a discursar no congresso, até então nunca nenhum aluno tinha realizado esse feito, ela apresentou suas descobertas na 94th General Session and Exhibition of the International Association for Dental Research, que aconteceu de 22 a 25 de junho em Seul na Coreia do Sul.

“Estes resultados são importantes para o desenvolvimento de escovas de dente e outros aparelhos porque a efetividade tem que ser testada“, explicou Ann-Kathrin Flad, estudante do oitavo semestre de odontologia na Universidade Witten/Herdecke e está envolvida no projeto há três anos. “Atualmente, pesquisadores precisam encontrar participantes aos quais não é permitido escovar os dentes por dias”.

Aplicabilidade da placa dental artificial

Com a nova fórmula de placa dental artificial, entretanto, isso pode ser evitado, pois ela adere no dente como um biofilme natural. Pode ser colorida para medir o quanto está sendo removido usando escova de dente manual e elétrica, assim como outro meios de higiene bucal“.

Em paralelo aos estudos, Flad trabalha no ORMED- uma organização de pesquisa e desenvolvimento para serviços científicos no campo da odontologia experimental e clinica com foco em higiene bucal, simulação robótica de escovação dos dentes e controle de placa.

A viagem de Flad a Seul foi patrocinada pela Fördergemeinschaft Zahnmedizin, uma associação de dentistas sem fins lucrativos fundada em 1985 na escola de odontologia da universidade que objetiva promover a relação entre pesquisa e prática. Para atingir seus objetivos, a associação apoia projetos de pesquisa e a participação de jovens profissionais da odontologia em congressos.

Deixe uma resposta