Má higiene dental pode afetar fertilidade masculina

Se quisermos aumentar as chances de engravidar e gerar uma criança que seja o mais saudável possível, faz sentido que tanto o homem quanto a mulher sejam tão saudáveis ​​quanto possível. Então, isso levanta a questão: a fertilidade masculina pode ser afetada pela má saúde bucal?

A resposta é um SIM definitivo, diz o Dr. Lewis Ehrlich, do Centro Odontológico Holístico de Sydney. Isso pode ser um choque para muitos de nós, já que a boca é tantas vezes vista isolada do resto do corpo. No entanto, com o passar do tempo, estamos vendo muitas conexões entre o modo como sua saúde bucal afeta sua saúde geral.

Inflamação crônica – condição de alto risco

Tomemos a doença gengival para ilustrar esta relação. A doença da gengiva, que é uma das patologias mais comuns em todo o mundo, está ligada a condições como doenças cardíacas, diabetes, derrame e câncer (só para citar algumas). O denominador comum em todas essas condições de saúde é a inflamação crônica. Isso é extremamente prejudicial à saúde, e nossas gengivas (se não estivermos cuidando delas) são um dos locais mais comuns de inflamação crônica no corpo. A redução dos níveis de inflamação de deve ser um dos objetivos se estivermos falando sobre fertilidade e evitando dificuldades com a concepção.

Um estudo recente no Journal of Clinical Periodontology mostrou que altos níveis de placa bacteriana e sangramento nas gengivas são um fator de risco para a baixa motilidade e contagem dos espermatozoides. Para piorar ainda mais a coisa para os homens, um estudo recente no Journal Of Human Reproductive Science mostrou uma correlação clara entre a doença gengival crônica e a disfunção erétil.

Disfunção erétil

“As evidências estabeleceram um link positivo na periodontite crônica e disfunção erétil”, indicaram os resultados. “Também foi sugerido que a periodontite crônica deveria ser considerada fator de risco para a disfunção erétil e o tratamento da periodontite poderia ser útil na melhora da disfunção erétil. A importância da saúde bucal deve ser considerada pelo dentista e pelo médico como uma forma de tratamento preventivo não apenas para a disfunção erétil, mas também doenças sistêmicas mais graves no melhor interesse da saúde do paciente “.

Quando se trata de saúde dental e sua influência sobre a fertilidade masculina e saúde genital, a boa notícia é que grande parte do controle desses problemas potenciais dependem do indivíduo. Seguir estas recomendações do Dr. Ehrlich significa afastar riscos em potencial e ótimas dicas para os seus pacientes:

  • Escove os dentes usando técnica adequada ao menos três vezes por dia durante 2 minutos;
  • Faça uso do fio dental 1 a 2 vezes por dia, certificando-se de passar o fio dental sob as gengivas de forma a evitar a formação de tártaro;
  • Pratique Oil pulling (“bochecho com óleo” em tradução livre), o ideal são 15 minutos;
  • Evite o consumo de carboidratos refinados / processados;
  • Coma alimentos diariamente que sejam sazonais, locais, orgânicos e ricos em ômega-3, vitamina C, D, antioxidantes e fibras;
  • Consultar o dentista para fazer check-ups e realizar profilaxias ao menos a cada 6 meses.

Dentalis software – a escolha certa em software para odontologia

 

Deixe uma resposta