O que mais causa a erosão dos dentes?

erosão dos dentes

Algumas pessoas consomem alimentos ácidos e tem erosão dos dentes. Outros consomem os mesmos alimentos e não sofrem desse mal. Por que isso acontece?

Segundo pesquisadores do King’s College London não é apenas o que se come ou bebe, mas a forma como se come e bebe que aumentam as chances de desenvolver o problema.

A erosão dental é um problema sério e que já foi tema de uma postagem anterior aqui no blog Dentalis.

Desgaste dos dentes

Pesquisas anteriores já evidenciaram que o desgaste dos dentes afeta cerca de 30% dos adultos europeus.
Bebidas doces e ácidas desestabilizam o esmalte dental, gerando desgaste dos dentes.
Isso pode levar a alterações tanto na forma quanto na aparência dos dentes.
Também podem se tornar sensíveis ao comer ou beber alimentos e bebidas frias.

Na pior das hipóteses, a estrutura do dente pode se desgastar gradualmente.
O desgaste severo dos dentes por erosão reduz a qualidade de vida. Além disso, pode significar a necessidade de procedimentos complexos e caros.

O desgaste dos dentes é em essência evitável. Mudanças nos hábitos de consumo podem ajudar a impedir que as pessoas deem início a esse processo ou o agravem.

Entre ou durante as refeições – pode fazer diferença

Comer e beber alimentos e bebidas ácidas, principalmente entre as refeições, apresenta maior risco.

Consumir bebidas ácidas duas vezes ao dia entre as refeições, como refrigerantes, sucos adoçados ou chás com sabor de frutas quentes são causa de problemas.

Isso porque a pesquisa demonstrou ser 11 vezes maiores as chances de seus consumidores apresentarem erosão dentária moderada ou grave.

Este valor foi reduzido pela metade quando as bebidas foram consumidas durante refeições.

Poder erosivo

Os pesquisadores também identificaram uma variedade de alimentos, bebidas e medicamentos com grande potencial erosivo.

Os principais dentre eles eram as bebidas que adicionavam frutas ou aromas a frutas.
A equipe relatou que a adoção de frutas ou seus aromas elevou o potencial erosivo da bebida. Isso à ponto de colocá-las em pé de igualdade com as bebidas com cola.

Alimentos causadores de erosão dos dentes

  •  Os refrigerantes sem açúcar são tão erosivos quanto suas versões açucaradas;
  •  Chás com sabor de frutas adoçados, pastilhas ou medicamentos com sabor de fruta têm grande potencial erosivo quando consumidos regularmente;
  •  Beber como se estivesse bochechando o líquido na boca antes da deglutição aumenta o risco de erosão dentária. Isso porque aumenta a duração e / ou força do contato entre a bebida ácida e a superfície dos dentes;
  • O aumento de pacientes com erosão dentária pode estar associado a mudanças nos padrões de alimentação. Seja pelo consumo de lanches rápidos ou bebidas ácidas doces;
  • As bebidas têm maior probabilidade de causar erosão dentária quando servidas quentes;
  • Vinagres e produtos em conserva também podem levar à erosão dos dentes.

A maioria das pessoas consome alimentos e bebidas ácidas diariamente, mas nem todos sofrem erosão dos dentes. Isso demonstra a importância da maneira como esses alimentos são consumidos.

Os pesquisadores descobriram que algumas pessoas têm hábitos que aumentam a duração e o contato dos ácidos com os dentes.

Os provadores de vinho, por exemplo, agitam e mantêm o vinho na boca por períodos prolongados e várias vezes ao dia. Enquanto motoristas de caminhão ou jogadores de vídeo game costumam saborear bebidas ácidas por períodos de tempo prolongados.

É sabido que uma dieta ácida está associada ao desgaste por erosão dos dentes. No entanto, o que ficou evidenciado foi a importância da forma como os alimentos e bebidas ácidas são consumidos.

O que se pode fazer

Com o aumento da prevalência de desgaste por erosão dos dentes, é de vital importância que abordemos esse aspecto com os pacientes. Pois é algo que pode perfeitamente ser evitável.

Reduzir a ingestão de alimentos ácidos na dieta pode ser essencial para retardar a progressão ou mesmo evitar a erosão dos dentes.

Embora a mudança de comportamento possa ser difícil de alcançar, intervenções comportamentais específicas e direcionadas podem ser bem-sucedidas.

erosão dos dentes

Qual e ligação entre a obesidade e o desgaste dos dentes?

Pesquisa recente descobriu o elo que liga a obesidade e o desgaste dos dentes.
Bebidas ácidas, como refrigerantes, foram apontados como o grande vilão por trás dessa estranha conexão.

Cientistas do King’s College London descobriram entre a obesidade e o desgaste dos dentes uma ligação direta.

Também verificaram que o aumento do consumo de refrigerantes açucarados pode ser uma das principais causas da erosão do esmalte e da dentina em pacientes obesos.

A pesquisa

Foram analisados dados de uma amostra 3.541 pacientes nos Estados Unidos.
O IMC dos pacientes e o nível de desgaste dentário foram as medidas de exposição e resultado na análise. A ingestão de bebidas ácidas adoçadas com açúcar foi registrada por meio de duas entrevistas não-consecutivas de recordação de 24 horas. Nelas, os pacientes foram solicitados a fornecer detalhes do consumo de alimentos nesses dois dias.

A acidez das bebidas, como refrigerantes e sucos adoçados de frutas, é o que se mostrou responsável pelo desgaste dos dentes. É o que assegurou um dos pesquisadores do King’s College de Londres.

Obesidade e o desgaste dos dentes

Nas primeiras posições estão as cáries dentárias e as doenças gengivais. Em seguida o desgaste dentário compõe a tríade de problemas dentários mais importantes no dia a dia da odontologia.
O estudo aponta para uma forte relação entre a obesidade e o desgaste dos dentes. Isso por conta do consumo de bebidas doces e ao mesmo tempo ácidas ser bem comum entre obesos. Outros fatores de risco como refluxo gastroesofágico foram descartados da pesquisa.

Importante para os dentistas

Pacientes obesos, acostumados ao consumo de bebidas ácidas e açucaradas, precisam estar cientes dos riscos. Essas bebidas podem causar danos não só ao corpo, mas também aos dentes.

Há também uma mensagem importante para os dentistas.
Devemos questionar os pacientes obesos sobre seus hábitos alimentares.
Importante alertá-los da relação entre a obesidade e o desgaste dos dentes relacionado ao consumo de bebidas doces e ácidas. E como já vimos também anteriormente aos chás de frutas nesse caso como causadores de erosão dos dentes.

Pequenas mudanças na dieta de hábitos aparentemente inocentes podem ter sérias repercussões na saúde dos pacientes.

Fontes: Kings College London, MedicalXpress

 

Deixe uma resposta