Obesidade pode elevar riscos de periodontite, sugere estudo

Fases inflamatórias da periodontiteEstudo avaliou 539 brasileiros que fizeram exames periodontais. Obesidade e sobrepeso elevaram em 22% e 11% o risco de periodontite

Sobrepeso e obesidade podem elevar o risco de periodontite (doença que começa com uma inflamação na gengiva e é caracterizada por danos no osso e nas fibras de sustentação dos dentes), segundo sugere um estudo apresentado em uma conferência da Associação Internacional de Pesquisa Dental (IADR) em junho.

O estudo, coordenado pelo pesquisador Marco Peres, da Universidade de Adelaide, na Austrália, avaliou 539 brasileiros de 31 anos de idade que passaram por exames periodontais em 2013. A conclusão foi que ter sobrepeso elevou em 11% o risco de ter uma periodontite; ser obeso elevou esse risco em 22%. Já o risco de ter uma periodontite de moderada a severa foi 12% maior entre os participantes com sobrepeso e 27% maior entre os obesos.

Problemas cardíacos como consequência

Como é do conhecimento de todos nessa patologia, a placa bacteriana endurece e forma o cálculo gengival, que afasta a gengiva dos dentes e cria uma bolsa periodontal. As bactérias entram pela gengiva e atingem o tecido ósseo dos dentes e as fibras de ligamento que os sustentam. Eles podem ficar moles e até cair. Quando a periodontite avança, pode haver abscessos que levam à endocardite bacteriana, problema que faz com que as bactérias que estão na gengiva entrem na corrente sanguínea e se alojem nas válvulas do coração. Esses micro-organismos, então, limitam ou bloqueiam a passagem do sangue pelo coração.

Dentalis software – a escolha certa em software para odontologia

Deixe uma resposta