Pacientes com osteoporose: implantes dentários têm de ser colocados rapidamente

implanteO uso de bifosfonatos para tratar mulheres na pós-menopausa com osteoporose pode ter efeitos adversos que podem, por exemplo, levar à osteonecrose da mandíbula relacionada ao bifosfonato (bisphosphonate-related osteonecrosis of the jaw, BRONJ). Pesquisadores da Universidade Comenius em Bratislava (Eslováquia) procuraram investigar como isso afetava os implantes dentários em mulheres na pós-menopausa com osteoporose e que eram tratadas com bifosfonatos. Os resultados foram apresentados na revista “Journal of Oral Implantology”.

O estudo incluiu 24 mulheres com idade a partir dos 54 anos que tinham perdido a maior parte dos dentes. Metade das participantes tinham osteoporose e a outra metade não. Todas as pacientes com osteoporose foram tratadas com o bifosfonato ácido zoledrônico intravenoso uma vez por ano. Foram extraídos todos os dentes restantes de cada participante do estudo e imediatamente substituídos por implantes. Um ano após a intervenção, foi avaliada a condição dos implantes.

Achados mostraram que todos os implantes ainda estavam intactos. Diversas participantes tiveram alguma perda óssea, mas a proporção foi igual nos dois grupos. Não foi encontrado nenhum sinal de osso morto entre as pacientes que receberam ácido zoledrônico. Todas as mulheres demonstraram bom contato entre osso e implante.

Os autores concluíram que o risco para BRONJ em pacientes com osteoporose fica reduzido se os implantes forem rapidamente inseridos depois que os dentes são extraídos. Eles também observaram que pacientes com osteoporose tomando bifosfonatos devem evitar cirurgia oral eletiva. Se, no entanto, um implante for inevitável, uma inserção pode ser bem-sucedida se realizada imediatamente após a remoção do dente. Os pesquisadores chamam isso de “modalidade de tratamento seguro”.

Deixe uma resposta