Produtos com açúcar adicionado: um perigo para os dentes

Em um novo estudo realizado por pesquisadores do George Institute for Global Health, verificou-se que uma quantidade significativa de açúcar é adicionado aos alimentos. Devido a um declínio na saúde bucal dos australianos, os dentistas têm chamado atenção dos fabricantes de alimentos para declararem em sua embalagem a quantidade de açúcar adicionado aos produtos, de acordo com a Associação Dentária Australiana.

O sistema de rotulagem “Health Star Rating” na frente da embalagem utilizado na Austrália classifica o perfil nutricional global dos alimentos embalados e inclui o teor total de açúcar como um dos componentes. Isto tem sido criticado porque os açúcares presentes naturalmente em alguns alimentos são tratados da mesma maneira que os açúcares adicionados durante o processamento.

Bons açúcares vs açúcar adicionado

No entanto, Segundo o co-autor do estudo o Prof. Bruce Neal, apenas rotular o teor total de açúcar é enganoso. Isto é particularmente verdadeiro para produtos discricionários que contenham uma grande quantidade de açúcar adicionado. “Bons açúcares são parte integrante de uma dieta saudável, e temos de ser capazes de separar os açúcares naturalmente presentes em produtos lácteos, frutas e produtos hortícolas provenientes de açúcares adicionados durante a fabricação”, disse ele.

O objetivo do estudo foi mostrar que uma maior transparência sobre a adição de açúcar nos alimentos embalados é necessária. Os pesquisadores analisaram mais de 34.000 alimentos embalados – cerca de 18.000 alimentos discricionários (aqueles não necessários para fornecer os nutrientes que o corpo precisa) e quase 16.000 alimentos centrais, como leite, queijo e pão – para aprender como a rotulagem poderia ser melhorada se açúcares adicionais fossem incluídos.

Elevação do açúcar adicionado = aumento de cáries dentárias

A análise verificou que sete dos dez bens embalados vendidos em supermercados continham açúcar adicionado. A partir daí, é evidente que a reforma é necessária para garantir a saúde oral dos jovens australianos, disse Dr. Hugo Sachs, Presidente da Associação Dentária Australiana. O excesso de açúcar na dieta está associado com o aumento das taxas de cáries dentárias observadas em crianças jovens. “A nível nacional, mais de 24.000 crianças com idade de 14 anos ou menos foram atendidas no hospital devido às condições dentárias. Mais da metade das crianças com seis anos de idade tiveram cáries em seus dentes de leite e até a metade de crianças com doze anos de idade tiveram cáries nos seus dentes permanentes”, disse Sachs.

Além disso, Neal disse que metade dos adultos australianos consomem mais açúcares adicionados do que deveriam, indicando uma clara necessidade de rotulagem melhorada. Um relatório publicado no início deste ano pelo grupo de defesa dos direitos do consumidor CHOICE constatou que os consumidores poderiam evitar 26 colheres de chá de açúcar por dia se pudessem identificar açúcares adicionados em pacotes de alimentos.

O estudo intitulado “Incorporar a adição de açúcar melhora o desempenho do Sistema de rotulagem Health Star Rating na frente da embalagem na Austrália”, foi publicado online no dia 5 de julho no Nutrients Journal.

Dentalis Software – a sua melhor escolha em software para odontologia

Deixe uma resposta