Saiba mais sobre a Hipnodontia – parte II

usando hipnodontiaDando continuidade ao tema da Hipnodontia, hoje iremos comentar sobre as principais vantagens e indicações dessa técnica.

 As principais vantagens no uso da hipnose são:

  •  Anestesia localizada e seu desaparecimento logo após o tratamento, não tendo o paciente que permanecer com os incômodos por ela provocados. Na conjugação com a anestesia química, a quantidade desta será tão diminuída que os incômodos pós-anestesia serão também mínimos.
  • Controle salivar e controle do sangramento; analgesia pós-operatória; recuperação pós-operatória extremamente facilitada e rápida; eliminação e/ou não produção de cansaço ao paciente; redução de tensões do cirurgião dentista.

 As indicações da hipnose em Odontologia são:

  •  Condicionamentos: na aceitação ao tratamento odontológico; na adaptação a próteses; adaptação a aparelhos ortodônticos; facilitar o ensino de hábitos higiênicos; facilitar a eliminação de hábitos viciosos.
  • Remoção de fobias ligadas ao tratamento odontológico; relaxamento geral
  • Relaxamento específico: da língua; da musculatura envolvida para: tratamento de trismos, tratamento de luxação das articulações temporo-mandibulares, obtenção de relação maxilo-mandibulares, manutenção de abertura bucal sem cansaço
  • Catalepsia mandibular; surdez; analgesia; anestesia superficial ou profunda; sialostasia; hemostasia.

Cuidados importantes que se precisa ter

Durante o processo hipnótico em odontologia devemos estar atentos para alguns fenômenos espontâneos que ocorrem e que tem um interesse mais específico para nossa área, como por exemplo: modificação do fluxo salivar; queda da temperatura corporal (durante a hipnose em geral ocorre uma diminuição da temperatura corporal por volta de 1,5 a 2ºC, por isso deveremos estar vigilantes para a necessidade de controlarmos ou normalizarmos a temperatura do paciente, desligando o ar condicionado, oferecendo-lhe algo para se agasalhar ou dissociando-o de maneira que se sinta em um local de temperatura mais agradável como, por exemplo, uma praia, um campo ensolarado ou outra situação que tenha ficado definida no rapport; extremo relaxamento muscular dificultando a catalepsia bucal etc.
Um fato interessante que se observa em pacientes fóbicos específicos aos tratamentos odontológicos é que, após alguma sessões sob hipnose, eles já começam a aceitar o tratamento sem o uso da hipnose, pois aprendem um novo padrão de respostas aos estímulos do tratamento odontológico.
Os pacientes que se submetem ao tratamento odontológico sob hipnose podem chegar ao consultório através da indicação de: hipnoterapeutas, cirurgiões dentistas e amigos. Neste caso o índice de aceitação ao tratamento e ao profissional (*rapport indireto) é muito alto, contribuindo assim para o aprimoramento do rapport, que é de fundamental importância. Aqueles que chegam para se tratar de maneira tradicional e que, para os quais, notamos a necessidade do uso da hipnose, sua aceitação vai depender da abordagem usada para sua aceitação. É importante conhecer todos os tipos de crenças envolvidas e fazer o esclarecimento a respeito de forma adequada e ética.
* Rapport é um conceito do ramo da psicologia que significa uma técnica usada para criar uma ligação de sintonia e empatia com outra pessoa.

 

Deixe uma resposta