higiene bucal

Usar o fio dental e ir ao dentista reduz risco de câncer de boca

usar o fio dental e ir ao dentista

Regularmente usar o fio dental e ir ao dentista podem estar associados a um menor risco de câncer bucal.

Isso é o que foi demonstram os resultados apresentados na reunião anual da Associação Americana de Pesquisa em Câncer (AACR).

No novo estudo, os pesquisadores analisaram os comportamentos de saúde bucal de pacientes diagnosticados com câncer bucal durante três anos em uma clínica de ouvido, nariz e garganta da Ohio State University Comprehensive Cancer Center.

Os comportamentos dos pacientes foram comparados aos de pacientes não oncológicos. Esses compareceram à clínica por outros motivos, como tontura ou dor de ouvido.

Usar o fio dental e ir ao dentista regularmente reduz o risco de câncer bucal

Todos os pacientes do estudo responderam a uma pesquisa sobre a frequência com que usavam o fio dental.

E também com que frequência iam ao dentista, o quanto eram sexualmente ativos e se fumavam ou bebiam álcool.

O câncer de boca pode ser dividido em duas categorias: aqueles causadas pelo papilomavírus humano sexualmente transmissível (HPV) e os que não o são.

Houve o ajuste para fatores como idade, sexo, status socioeconômico e raça.

A partir daí os pesquisadores observaram que pessoas negativas ao HPV oral que iam ao dentista menos de uma vez por ano apresentavam quase o dobro do risco de desenvolver câncer bucal. Isso quando comparado aqueles que consultaram seu dentista uma ou mais vezes no ano.

Da mesma forma, pessoas orais negativas ao HPV e que usavam o fio dental menos de uma vez por dia apresentavam mais do dobro do risco do que aquelas que usavam fio dental com mais frequência.

Em outras palavras, a falta de higiene bucal estava ligada ao aumento do risco de câncer bucal não-HPV.

O estudo, no entanto, não encontrou uma associação entre falta de higiene dental e câncer bucal naqueles que também tinham HPV oral.

Os primeiros sinais e sintomas do câncer de boca são característicos e podem ser identificados om certa facilidade por um profissional atento.

Higiene bucal e o risco de câncer

Os pesquisadores levantam a hipótese de que o microbioma oral pode desempenhar um papel na associação entre higiene bucal e risco de câncer.

Em pesquisas anteriores, evidências foram encontradas de que “más práticas de higiene bucal causam uma mudança no microbioma bucal”.

Essa mudança pode levar à inflamação crônica e posteriormente ao desenvolvimento de cânceres.

Os cânceres orais positivos para HPV afetam principalmente a base da língua e a região das amígdalas.
Já os cânceres negativos para HPV afetam principalmente as cavidades orais. E justamente esses são as mais afetadas pela qualidade da higiene bucal.

Relação de causa e efeito

O estudo em questão encontrou uma associação entre higiene bucal e risco de câncer. Porém não apresentou uma relação direta de causa e efeito.

Ainda assim, muitas vezes as pessoas consideram sua saúde bucal quase desconectada do resto do corpo, o que é um erro.

Afinal, muitas doenças sistêmicas se refletem na saúde bucal e vice-versa.
Essa nova pesquisa busca conscientizar as pessoas sobre a importância de usar o fio dental e ir ao dentista regulamente.

Todos sabemos que as pessoas dizem usar fio dental muito mais do que realmente o fazem.

Estudos como esse aumentam a consciência de que “você não está apenas usando o fio dental para cuidar dos dentes, mas também para manter a saúde do corpo“.

As descobertas estão para serem publicadas brevemente em uma revista especializada.

Fonte: Oral Cancer News

 

Posted by Victor in Estudos, 0 comments

Escova de dentes elétrica vs manual, qual limpa melhor os dentes?

escova de dentes elétrica

A escova de dentes elétrica limpa os dentes e as gengivas muito melhor do que uma escova de dentes manual.
Isso é o que os resultados de um novo estudo revelaram.

Escova de dentes elétrica limpa melhor, saiba os motivos

Os cientistas descobriram que as pessoas que usam escovas de dentes elétrica têm gengivas mais saudáveis, menos cáries e também mantêm os dentes por mais tempo. Isso quando comparado com aqueles que usam escova de dentes manual.

A pesquisa inovadora levou 11 anos para ser concluída. Até o momento é o estudo mais longo do gênero sobre a eficácia da escovação elétrica versus a manual.

Este estudo confirma o que estudos anteriores já haviam sugerido.

Especialistas em saúde têm falado sobre os benefícios das escovas de dente elétricas há muitos anos.

Escova de dentes elétrica – melhor para a saúde bucal

Esta última evidência é uma das mais fortes e claras até agora. Ou seja, de que a escova de dentes elétrica é melhor para a saúde bucal.

Escova de dentes elétrica – quais as melhores

Prefira uma escova de dentes elétrica com cabeça que gire em ambas as direções, ou com cabeça ‘oscilante’. Essas escovas são realmente mais eficazes na remoção da placa bacteriana. Isso ajuda na prevenção tanto da cárie dentária bem como da doença gengival.

A ciência assim confirma as vantagens da escova de dentes elétrica em relação à manual. Isso só faz crescer as vantagens de se investir na compra de uma escova dental elétrica.

Uma pesquisa recente da Oral Health Foundation verificou que 49% dos adultos britânicos atualmente usa uma escova de dentes elétrica.

Para 63% dos usuários de escovas de dentes elétricas, a limpeza mais eficaz foi o principal motivo da escolha.
Já 34% afirmaram terem se decidido pela compra de uma escova de dentes elétrica por recomendação de seu dentista.
E 13% afirmaram terem recebido uma escova de dentes elétrica como um presente.

Mais acessíveis

Apesar do custo mais elevado, as vantagens justificam a aquisição de uma escova de dentes elétrica. Seus preços vem se tornando mais acessíveis, o que é mais um ponto a favor.

Isso porque à medida que a tecnologia se desenvolve, o custo de ter uma escova de dentes elétrica se torna ainda mais favorável.

Dadas as vantagens das escovas de dentes elétricas, ter uma é um excelente investimento. Sua saúde bucal irá se beneficiar muito com essa escolha.

Mais vantagens

O presente estudo evidenciou que o uso de escovas de dentes elétricas resultaram em 22% menos recessão gengival e 18% menos cárie dentária. Isso durante o período de acompanhamento de 11 anos.

Mas, independente de você estar atualmente usando uma escova de dentes elétrica ou não, seguir uma boa rotina de higiene bucal é o mais importante.

Regras de ouro da boa higiene dental

Sempre é importante salientar e jamais esquecer. Esteja você utilizando uma escova dental elétrica ou manual é essencial manter estes hábitos:

– sempre escovar os dentes após as refeições;

– nunca esquecer do uso do fio dental sempre que for escovar os dentes;

– o uso da escova interdental é muito importante e também não pode ser esquecido.

Adotando uma boa rotina de higiene dental, seja pelo uso de uma escova manual ou elétrica, irá lhe assegurar uma saúde bucal excelente.

Fonte: Journal of Clinical Odontology
Posted by Victor in Estudos, 0 comments