perda do olfato e paladar

Gostos estranhos após a perda do olfato e paladar pós Covid-19

perda do olfato e paladar

A perda do olfato e paladar – pode afetar os sentidos, mesmo depois que os pacientes se recuperam da Covid-10. Isso de acordo com matéria recente publicada pelo The Washington Post.

Os sobreviventes da COVID-19 estão relatando algo além da perda do olfato e paladar. Eles afirmam que certos cheiros parecem estranhos e alguns alimentos apresentam um sabor horrível.
Isso tecnicamente é conhecido como parosmia. É um distúrbio temporário que distorce os odores e muitas vezes os torna desagradáveis.

Mais debilitante que a perda do olfato e paladar

“É mais debilitante em alguns aspectos do que a perda do olfato e paladar”. Foi o que disse Richard Doty, diretor do Centro de Testes e Cheiro da Universidade da Pensilvânia, ao jornal.

Parosmia – depois da perda do olfato e paladar

Normalmente, a parosmia indica que o sentido do olfato está voltando, o que é um bom sinal. No entanto, pode durar um longo período e tornar alguns alimentos intoleráveis.
Os piores alimentos costumam incluir frituras, ovos, café e chocolate. Isso de acordo com AbScent, um grupo que promove a conscientização sobre a perda do olfato.

“O café é realmente a coisa mais triste para mim porque eu realmente gosto de tomar uma xícara de café pela manhã”. É o que disse Jennifer Spicer, médica em doenças infecciosas da Emory University, ao The Washington Post.

Vinho e café com gosto de gasolina

Spicer contraiu COVID-19 em julho e se recuperou, comendo e bebendo como de costume. Em outubro, porém, uma taça de vinho passou a ter gosto de gasolina e ela sabia que algo estava errado. As carnes começaram a cheirar a podre. O alho era nojento e até a pasta de dentes com hortelã era desagradável. O rico aroma do café foi substituído pelo odor pungente de gasolina.

Como Spicer, outros pacientes com COVID-19 relataram cheiros e gostos bizarros. Alguns dizem que estão sentindo odores que não existem, o que é uma distorção chamada fantosmia. Eles estão constantemente sentindo cheiro de fumaça de cigarro ou lixo podre.

Distorção no sentido do olfato

Em junho, o Global Consortium for Chemosensory Research publicou um relatório que descobriu que 7% dos 4.000 pacientes com COVID-19 tinham uma distorção no sentido do olfato. Como um efeito posterior a perda do olfato e paladar comum a muitos casos de Covid-19.

A parosmia e a fantosmia costumam ocorrer após infecções virais.
Então os cientistas não ficaram totalmente surpresos com os relatórios relacionados ao coronavírus. Porém, eles sabem o quanto frustrante é para os pacientes que estão se recuperando.
É, na verdade, uma coisa boa porque sugere que você está fazendo novas conexões nervosas e em processo de recuperação do olfato.
É nesse período que ocorre a regeneração do tecido olfatório no caminho para a volta ao normal.

Siga a Dentalis no Instagram @DentalisSoftware,  no Face @Dentalis.Software e no Twitter @Dentalisnet

Fonte: The Washington Post
Posted by Victor in Estudos, 0 comments